Baguete
InícioNotícias> FDC abre laboratório com IBM e MRV

Tamanho da fonte:-A+A

EDUCAÇÃO

FDC abre laboratório com IBM e MRV

Júlia Merker
// quarta, 11/10/2017 16:04

A Fundação Dom Cabral acaba de abrir um laboratório em parceria com as empresas IBM e MRV. O Tree Lab fica no Campus Aloysio Faria, sede da FDC em Minas Gerais.

O Tree Lab fica no Campus Aloysio Faria, sede da FDC em Minas Gerais. Foto: Divulgação.

O laboratório de experiência educacional busca dar acesso a soluções tecnológicas e a atividades de experimentação.

A ideia inicial é que, para lidar com o ambiente volátil e desafiador contemporâneo e construir as competências das lideranças do futuro, as soluções educacionais têm de ser múltiplas, colaborativas e interconectadas. Além disso, precisam desenvolver inteligências que cultivem a curiosidade e inovação. 

“O nosso laboratório vai possibilitar uma jornada de aprendizagem para favorecer a construção das habilidades e competências que poderão transformar o mundo”, explica Antonio Batista da Silva Junior, presidente executivo da FDC.

O ambiente integra os planos de inovação da instituição, possibilitando a conexão entre a alta tecnologia e o processo de aprendizagem tradicional. 

Entre as tecnologias disponíveis no Tree Lab está o Watson, plataforma de computação cognitiva da IBM para negócios. 

Por meio de um assistente virtual que usará interação por voz com a linguagem natural humana, os participantes da FDC poderão tirar dúvidas e ter informações sobre as atividades do espaço e temas estudados em seus cursos. 

"Nessa parceria, apresentaremos as mais avançadas metodologias e tecnologias para preparar esses futuros líderes”, explica Luís Liguori, Chief Technology Officer da IBM Brasil. 

Para isso, os participantes, além de interagirem com o assistente virtual, poderão ter acesso à plataforma de serviços na nuvem da IBM assim como IBM Client Centers e IBM ThinkLabs (centros de soluções por indústrias) localizados em diversos países.

“Apoiar iniciativas como o Tree Lab vem de encontro com a causa abraçada pela MRV de estimular o ecossistema inovador que existe em Minas Gerais. Queremos impulsionar um novo ambiente de negócios, com soluções mais disruptivas e que beneficiem a todos”, afirma Rafael Menin, CEO da empresa. 

A companhia irá possibilitar ainda que estudantes e empresas que passarem pelo Tree Lab se conectem ao universo das startups por meio de um aplicativo. A MRV também é cliente do Watson e utiliza a tecnologia no app Meu MRV, voltado para o relacionamento e atendimento ao cliente.

Em um segundo momento do projeto, o Tree Lab permitirá a experiência com tecnologias de internet das coisas, pelas quais o laboratório identificará os participantes e suas jornadas, gerando interações e insights por meio do assistente virtual. I

Para isso, o IBM Watson IoT será integrado com os sistemas de identificação física elaborados pela Sinergy, parceiro comercial da IBM.

A Fundação Dom Cabral é uma escola de negócios brasileira que atua há 41 anos no mercado. A instituição atende em seus programas abertos, fechados, de parcerias e de pós-graduação (especialização, MBA e mestrado) quase 30 mil executivos de empresas e organizações de pequeno, médio e grande porte do Brasil.

Júlia Merker