Com 52 anos de mercado, a Leitura cresceu 9% em 2018, vendendo 6 milhões de livros. Foto: Divulgação.

A rede mineira Livraria Leitura, com 72 lojas no Brasil, entrará novamente no comércio on-line. Para preparar esse movimento, a Livraria Leitura investiu em um novo ERP focado em varejo (Nerus) integrado para controle das operações online e offline, unindo a gestão operacional e financeira das duas frentes de vendas.

Outros pontos resolvidos pela Leitura com seu novo sistema de gestão foram a consignação (processo pelo qual as editoras “emprestam” os livros e cobram apenas pelos exemplares vendidos) e a uma pré-venda mais ágil, na qual o vendedor antecipa parte do trabalho do caixa.

A época entre o Natal e o retorno às aulas, pico de atividade do setor, serviu como grande teste para a Livraria Leitura. No período, as cerca de 35 lojas que já haviam adotado o novo sistema emitiram, em média, mais de 20 mil notas múltiplas por dia, volume considerado alto para a rede mineira.

Com 52 anos de mercado, a Leitura cresceu 9% em 2018, vendendo 6 milhões de livros. Os livros representam 55% de seu faturamento. Este ano, a rede chegará a 75 lojas.

Hoje, cerca de 60% das 72 lojas da rede Leitura já adotaram o novo sistema de gestão. As demais serão integradas até o final do ano. 

O processo de treinamento para a implantação do software é feito pela própria equipe da Leitura, por meio da plataforma de EAD Kubo, da NDDigital. A iniciativa é sustentada pelo Alfresco (sistema de gestão de conteúdo empresarial multiplataforma de código aberto), que dá acesso a uma ampla base de artigos, manuais, FAQs e vídeos.

A Nérus, especializada em software de gestão de varejo, atende redes dos setores de móveis e eletro, material de construção, moda e calçados e autopeças.

Com mais de 150 redes atendidas, o sistema está presente em mais de 1,5 mil lojas.