São Paulo é o novo destino da Salesforce. Foto: flickr.com/photos/rigues/

Tamanho da fonte: -A+A

A Salesforce deve instalar uma filial em São Paulo até o final do ano.

Segundo revela o Valor Econômico, nos últimos três anos, a empresa dobrou o número de clientes empresariais na América Latina, para 3 mil. No Brasil, o número de contratos triplicou no mesmo período, para 1,5 mil.

A lista de clientes inclui grupos como Petrobras, Electrolux, Embraer e subsidiárias de grupos internacionais, como General Electric (GE), Coca-Cola Company e Dell.

A multinacional de ERP e CRM na nuvem já abriu subsidiárias na China, Hong Kong, Singapura, Índia e Austrália.

No primeiro trimestre fiscal, encerrado em 30 de abril, a Salesforce registrou crescimento de 28% na receita global, para US$ 892,6 milhões. O resultado líquido, no entanto, foi de aumento do prejuízo líquido para US$ 67,7 milhões, ante US$ 19,5 milhões no mesmo intervalo do ano anterior.

O resultado foi associado a aumento nos custos operacionais e a despesas com pagamento de juros.