O Grupo Netshoes integrou seu sistema à plataforma de e-commerce VTEX. Foto: flickr/sheroxyourworld.

O Grupo Netshoes integrou seu sistema à plataforma de e-commerce VTEX. O objetivo da ação é facilitar a entrada de lojistas aos marketplaces da Netshoes e Zattini. 

Com o acordo, as marcas e varejistas que possuem comércio eletrônico estruturado pela VTEX e estão nos marketplaces do Grupo Netshoes unificam a gestão da operação como informações de produto, preço, estoque, pedidos, notas fiscais e rastreio de pedidos.

“Todo o processo se torna mais fácil, ágil e prático, dado que qualquer atualização na plataforma VTEX é automaticamente replicada no marketplace da Netshoes ou da Zattini, com isso o consumidor tem as informações em tempo real”, destaca Bruno Ortale, head de marketplace do Grupo Netshoes.

A integração das plataformas elimina o retrabalho de atualização dos dados nos dois sistemas. 

"A parceria entre Netshoes e VTEX inaugura uma nova fase do e-commerce no Brasil. Mais de 1600 lojistas poderão vender em um marketplace de nicho", afirma Mariano Gomide, co-CEO da VTEX.

O modelo de marketplace do Grupo Netshoes foi anunciado em fevereiro. As lojas participantes desse modelo usufruem do tráfego de mais de 50 milhões de visitantes únicos por mês do grupo.

“Lojas virtuais e marcas com artigos esportivos ou de moda encontram nos marketplaces do Grupo Netshoes um público de número realmente expressivo e qualificado, com interesse exatamente em produtos desses segmentos”, ressalta Ortale.

O Grupo Netshoes estima dobrar seu atual portfólio de 80 mil produtos no primeiro ano de operação dos marketplaces Netshoes e Zattini.

O Grupo Netshoes é um dos principais grupos de e-commerce da América Latina, com faturamento de R$ 1,5 bilhão em 2014. A empresa tem operações próprias no Brasil, Argentina e México. 

No ano passado, a VTEX firmou um acordo de integração focado em marketplaces com a Cnova, que opera no Brasil os sites Extra.com.br, CasasBahia.com.br, Pontofrio.com e Cdiscount.com.br. 

A parceria permite que clientes da VTEX realizem a integração de forma gratuita com o marketplace da Cnova, que possui mais de mil lojas cadastradas e mais de 1 milhão de ofertas.

A VTEX faturou R$ 64 milhões em 2015, um crescimento de 45% em relação ao valor conquistado no ano anterior. Para 2016, a empresa pretende bater a marca de R$ 80 milhões em receita.

Há cerca de um ano, o fundo de investimentos Riverwood Capital comprou 27,7% da VTEX, que estavam nas mãos do conglomerado de mídia sul-africano Grupo Naspers. O Naspers, por meio da sua controlada Buscapé, adqurida em 2009, havia comprado a sua participação na VTEX em 2012.