As linguagens .NET  e SQL Server agora terão suporte na Amazon Web Servers para AWS Elastic Beanstalk, no caso da primeira, a Amazon RDS, na segunda.

Segundo a empresa, o objetivo é facilitar e melhorar a experiência de desenvolvimento.

Dentro do modelo plataforma como serviço (PaaS), o AWS Elastic Beanstalk oferece maneira simples de implementar e gerenciar aplicações na nuvem da AWS.

Ao mesmo tempo, a ferramenta automatiza o provisionamento de capacidade, balanceamento de carga, autoescalabilidade e monitoramento da saúde da aplicação.

A Amazon Web Services anuncia também a ampliação dos benefícios do Amazon Relational Database Service (RDS) para clientes do SQL Server.

Desde 2009, quando lançou o Amazon Relational Database Service (RDS) com suporte para MySQL, a AWS tem incluído funcionalidades nessa plataforma, como o Multi-AZ, replicas de leitura, e suporte a Amazon Virtual Private Cloud. Em 2011, a AWS passou a oferecer suporte ao Banco de Dados Oracle.