Massey é uma das marcas da AGCO. Foto: flickr.com/photos/22087304@N07

A AGCO optou pelo sistema de CAM Edgecam para fazer a programação CNC das 40 máquinas de usinagem na planta de Canoas. 

O sistema já é utilizado pela empresa na planta de Santa Rosa. As licenças serão vendidas pela SKA, de São Leopoldo.

De acordo com a equipe de manufatura da AGCO Canoas, que participaram da análise do software, com esta tecnologia haverá uma redução no tempo gasto atualmente em try out nas máquinas e isto trará maior capacidade de produção, sem aumentar o número de máquinas.

A empresa também obterá ganhos na comunicação e integração entre as engenharias de produto e manufatura que receberá os dados digitais diretamente dos modelos 3D projetados.

A AGCO é responsável pelas marcas Challenger, Fendt, GSI, Massey Ferguson e Valtra. As três fábricas no Brasil ficam no Rio Grande do Sul: Canoas (tratores), Santa Rosa (colheitadeiras) e Ibirubá (implementos). O faturamento da empresa em 2012 foi de US$ 10 bilhões.

A SKA, empresa de soluções para manufatura sediada em São Leopoldo, fechou 2013 com um faturamento de R$ 32 milhões, alta de 28% frente aos números do ano anterior.

Com o resultado, a empresa está em linha com os planos de chegar aos R$ 50 milhões de faturamento até 2015, o que significaria dobrar o obtido em 2012.

O portfólio da SKA inclui produtos líderes em seus segmentos, como Stratasys, Objet, SolidWorks, Edgecam, VISI, Machining Strategist, Lantek, além de serviços de treinamento, suporte, consultoria, implantação e integração CAD e PDM com sistemas ERP. 

A empresa tem 120 colaboradores e seis escritórios no Brasil.