Novidade: controle de videogame, modelo de negócios de celular. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

Os jogos eletrônicos nas TVs estão prestes a passar por uma mudança tão radical quanto os smartphones foram para os jogos portáteis, diz a revista Wired.

Segundo a publicação, um console de US$ 99 promete uma nova revolução.

A proposta é simples: permitir a desenvolvedores Android cria games de baixo custo para rodar num videogame conectado à TV. Tudo sendo reprogramável, dentro das normas do open source. O próprio aparelho é a loja para os títulos.

De acordo com a Wired, os primeiros modelos devem chegar ao mercado em março do próximo ano, e com eles mais uma movimentação no mercado dos games.

A tese da Wired se baseia na era pós-smartphones, quando os games portáteis funcionavam à base do “cartucho”, a um custo de US$ 30 a US$ 40 cada.

Iniciada a consumerização, os celulares inteligentes – especialmente as plataformas iOS e Android – popularizaram uma ampla gama de jogos, dos casuais aos arcades adaptados, ao preço de US$ 0,99 em muitos casos, em com níveis de qualidade por vezes superior.

“Agora que a maluquice da Apple (games no celular) virou sabedoria comum, faz sentido que um modelo de negócios similar funcione nos games para TV, fazendo para o Xbox e o Wii o que o iPhone fez pelo Nintendo DS”, comenta o artigo da revista.

No novo equipamento, o controle é similar ao de um Xbox 360 normal, com um touchpad.

Com processador Tegra 3 quad-core, 1 GB de RAM e 8 GB, o modelo tem joystick wireless e outros recursos como Wi-Fi e Bluetooth.