Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Positivo Informática retomou o lucro no primeiro trimestre de 2012, chegando a R$ 9,8 milhões de ganho, frente aos R$ 33,7 milhões de prejuízo no 1T11.

A empresa também comemorou os R$ 115,8 milhões de lucro bruto, alta de 32,6% frente ao mesmo período do ano passado.

Segundo a Positivo, os valores se devem às medidas implementadas ao longo de 2011 para aumentar a competitividade da companhia em sua operação brasileira.

No primeiro trimestre, a Positivo vendeu 490,8 mil PCs, o que representa um crescimento de 25,7% em relação há um ano. As vendas no Brasil totalizaram 451,3 mil unidades, aumento de 15,6% na mesma comparação.

Por segmento de público, a empresa teve uma alta no varejo, de 39,6%, e uma queda no segmento de governo, de 31,6%. O corporativo representa 5,4% do resultado final da Positivo.

Líder em vendas de computadores no Brasil há alguns anos, segundo a IDC, a empresa vem de um ano de 79% de queda no lucro, resultado obtido em 2011.

Não só o fechamento do ano passado foi amargo para a empresa.

Ao longo do ano, surgiram rumores de uma possível venda para a Lenovo – sistematicamente desmentidos pela companhia paranaense – e até uma queda da liderança, quando o então presidente da HP, Leo Apotheker reclamou para a marca norte-americana a liderança do mercado brasileiro.

No final do ano, no entanto, a liderança foi retomada.

Em 2011, a Posotivo também iniciou as atividades da joint venture com a argentina BGH, com as primeiras unidades fabricadas no país vizinho chegando aos mercados argentino e uruguaio.