Operadoras quem personalizar serviços. Foto: flickr.com/photos/N00@3

Tamanho da fonte: -A+A

Para as operadoras de telefonias, a personalização dos planos de dados é o caminho para conquistar e fidelizar seus clientes no 4G, segunda uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 10, pela Amdocs, empresa de consultoria especializada em telecomunicações.

 
Segundo o estudo, esta mudança, que também compreende maior visibilidade e controle dos dados utilizados pelos clientes, resultará em melhora na experiência dos usuários, além de monetizar melhor os investimentos na rede 4G. 
 
No levantamento, realizado junto a representantes das operadoras, foi constatado que cerca de 92% destas empresas estão pedindo aos departamentos de TI que possibilitem planos de dados inovadores.

Porém, 70% afirmam que não podem fazê-lo no momento.
 
No entanto, de acordo com a Amdocs, as operadoras ainda não contam com um sistema integrado de gestão da cobrança e políticas que possibilite isso.
 
O desafio para as operadoras, segundo destaca a entidade, é integrar a gestão de cobrança e políticas de cada empresa. 
 
Com isso, será possível apresentar serviços direcionados ao tipo de aparelho, tipo de serviço, status da rede, localização do cliente e outras informações do cliente em todas as linhas de negócio, possibilitando o controle e visibilidade dos planos e a utilização de dados pelo usuário.
 
75% dos respondentes disseram que suas empresas pretendem administrar regras para a política e cobrança a partir de um local como, por exemplo, um catálogo central de produtos.
 
4G
 
A implantação da nova rede de conectividade móvel, o padrão LTE (4G) será decisivo para esta mudança no serviço, diz a pesquisa.
 
Além do ganho em velocidade, outro ganho com a nova rede é a possibilidade de oferecer serviços como voz por dados (VoLTE). 63% das companhias pesquisadas planejam lançar serviços deste tipo entre 2013 e 2014.
 
No entanto, estas ofertas ainda estão em planejamento. Ainda levará alguns meses para as operadoras lançarem novos planos de serviços de dados. 
 
Quase 60% disseram que sua empresa levará de três a seis meses para lançar um serviço novo. Outros 20% disseram que levarão mais tempo.
 
“Nossa pesquisa mostra que as estratégias dos serviços de dados adotadas pelas operadoras estão evoluindo, juntamente com o reconhecimento da maturidade que precisam atingir para integrar completamente as funções de gestão das políticas e cobrança, a fim de possibilitar tais estratégias”,  disse Ari Banerjee, analista sênior da Heavy Reading, empresa que realizou a pesquisa para a Amdocs.