Claudio Raupp. Foto: Baguete.

A HP Brasil lança sua linha de cartuchos mais baratos já apresentados ao mercado brasileiro: R$ 19,90 a unidade, o equivalente à média de preço de uma recarga e mais barato do que um cartucho remanufaturado, que, dependendo do reciclador, varia de R$ 21 a R$ 59.

O novo cartucho é também pelo menos R$ 10 mais barato do que o modelo mais básico (PB) vendido pela própria HP no varejo e acompanha as impressoas da recém lançada linha Ink Advantage.

SOHO
Como o acessório, as impressoras também têm custo reduzido, na faixa de R$ 279 a R$ 499. Com tudo isso, o foco fica evidente: usuário doméstico e pequenas empresas.

O vice-presidente do Grupo de Impressão e Sistemas Pessoais da HP, Claudio Raupp, destaca que a empresa tem 72% de share no mercado brasileiro de impressões, e baseou a nova linha em uma pesquisa feita com 10 mil brasileiros.

O estudo revelou quatro principais preocupações dos brasileiros: qualidade da impressão, facilidade de manuseio, pouca troca de cartucho e sustentabilidade.

“O consumidor brasileiro é bem diferente do americano, que imprime mais. Com a pesquisa, percebemos que poderíamos reduzir os custos de venda por aqui”, diz Raupp. “Também inserimos
diferentes funções às máquinas, como o e-Print, que envia documentos para um e-mail da impressora", finaliza.

MADE IN PORTO ALEGRE
A tecnologia e-Print, agregada às novas impressoras Ink Advantage, foi lançada ainda em 2010, em outra iniciativa da HP focada no mercado doméstico e SMB.

O sistema, que amplia o uso de recursos de cloud printing vendidos a grandes corporações, é desenvolvido no centro de P&D que a empresa mantém no Tecnopuc, em Porto Alegre.

No local, onde nascem projetos destinados aos laboratórios e centros produtivos da companhia em todo o mundo, a HP investiu R$ 250 milhões nos últimos anos, segundo Raupp.

MOBILIDADE
Para o VP, o crescente uso de dispositivos móveis, com todos os seus recursos e aplicativos, não reduz, mas sim fomenta, o mercado de impressão.

“As impressoras com acesso à internet ou portáteis acompanham a tendência da migração para a mobilidade. Os perfis estão mudando, mas estamos indo nesta direção. As pessoas vão continuar imprimindo”, afirma.

* Juliana de Brito cobre o lançamento da linha de impressoras Ink Advantage, em São Paulo, a convite da HP.