A FG disponibilizou o sistema Sábios, da Fiesc, para colaboradores da obra Sky. Foto: Divulgação.

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) uniu tecnologia e  educação em uma plataforma chamada Sábios, voltada para o treinamento de trabalhadores sobre práticas na prevenção de acidentes no ambiente de trabalho. A FG Empreendimentos, uma das selecionadas para testar o sistema, disponibilizou a plataforma móvel para colaboradores da obra Sky. 

A expectativa da FG é que este equipamento agregue mais conhecimento e benefícios, tanto para a empresa quanto para os colaboradores. 

“Devido à rotatividade na construção civil, os treinamentos e as capacitações são cada vez mais necessários. Treinamentos convencionais são interessantes, mas algo diferenciado como esta plataforma atinge o dia a dia dos trabalhadores e faz com que eles interajam, discutam e enfrentem situações reais”, avalia o coordenador do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho da empresa, Ricardo Pippi Reis.

O Sábios tem o formato de um jogo, com finalidade de atualizar e incentivar os colaboradores a aprender de uma forma mais interessante procedimentos importantes para a realização de suas atividades diárias. 

“Esta plataforma é um ótimo incentivo. Com ela, aprendemos sobre os riscos do local de trabalho e o que podemos fazer em diversas situações da nossa realidade, como choque elétrico, escavação e queda na obra. A nossa segurança tem que estar sempre em primeiro lugar”, comenta o colaborador Bruno Alexandre Petick da Silva.

O equipamento também orienta sobre as melhores práticas e treinamento de processo, realiza auditorias de jogos e conteúdos com áudio em diversos idiomas, faz uso da realidade aumentada e apresenta uma interface utilizável por trabalhadores com conhecimentos distintos, desde analfabetos digitais a usuários experientes.

A plataforma móvel utiliza simulações gamificadas de acidentes reais. No caso da construção civil são três situações: instalações elétricas, soterramento e trabalho em altura. 

Os colaboradores respondem perguntas com sim ou não, tomando decisões sobre determinada situação de risco e no final do jogo é elaborado um gráfico com a pontuação das equipes. Após um mês respondem as mesmas perguntas. 

“Com isso, percebemos que há uma redução de 74% das respostas incorretas. Com isso, alcançamos o objetivo que é reduzir os acidentes de trabalho e faltas e, consequentemente, aumentar a produtividade e reduzir custos”, revela a supervisora de saúde e segurança do trabalho da Fiesc, Fernanda Retzem. 

Para testar o equipamento, foram escolhidos dois segmentos em Santa Catarina, construção civil e frigoríficos, sendo oito empresas de cada um desses setores.

O treinamento com as empresas selecionadas é o pontapé inicial da Fiesc para que a plataforma seja comercializada posteriormente para indústrias de Santa Catarina.

A construtora FG estampa seu material de divulgação com Sharon Stone como garota propaganda é a responsável por seis edifícios em construção entre os mais altos do país em Balneário Camboriú. 

O mercado de construção civil é um dos destaques de Camboriú. O índice de apartamentos com preço acima de R$ 1 milhão no município atingiu 46% em 2013. 

A cidade turística do litoral norte catarinense concentra oito dos dez projetos dos mais altos prédios do Brasil em construção, segundo o sindicato da indústria do setor no estado (Sinduscon).