O Pride Connection RS reúne gestores para debater a diversidade nas empresas. Foto: Pixabay.

SAP, Dell e ADP, três das maiores multinacionais de TI com centros de desenvolvimento no Rio Grande do Sul, acabam de realizar a primeira reunião do Pride Connection RS, um grupo de gestores de recursos humanos focado em debate a inclusão de profissionais LGBTs.

As empresas estão liderando a movimentação, que reproduz uma iniciativa similar em curso em São Paulo.

Participaram o primeiro encontro do Pride Connection RS representantes das empresas PwC, HCL Brazil, Nexteer, Becomex, Sage, Philip Morris Brasil, E-core, John Deere, Cyrela, Yara, Arezzo, Grupo RBS, Senac e Amcham.

“Grandes empresas que podem fazer a diferença nas comunidades através de eventos, treinamentos, captação de profissionais, entre outros”, explica um comunicado da ADP divulgando a novidade. “É importante ressaltar que estes movimentos não propõem privilégios às pessoas LGBT, como muitos costumam pensar, mas sim garantir-lhes direitos iguais”, agrega.

Muitas das empresas que integram a iniciativa já haviam participado de duas edições do LGBT Summit, a primeira organizada no SAP Labs Latin America e a segunda na HP. A terceira edição deve acontecer nesse ano no Grupo RBS.

As três empresas (assim como a Dell e outras grandes de TI) tem grupos internos de funcionários focados em debater estratégias para disseminar a políticas de diversidade e inclusão da companhia.