Symantec de olho em cisão. Foto: divulgação.

A Symantec, multinacional do segmento de segurança eletrônica, está em conversas avançadas para dividir suas operações em duas companhias - uma voltada exclusivamente às aplicações de segurança e outra para storage.

Segundo o Business Insider, o anúncio pode ser feito nas próximas semanas, mas até o momento a Symantec não se pronunciou sobre o assunto. "A companhia não comenta rumores", afirmou um porta-voz à Reuters.

Segundo analistas, uma cisão na estrutura poderia colocar a Symantec na mira de possíveis compradores. Empresas maiores como EMC ou HP poderiam ter interesse em setores específicos da companhia.

Devido à queda nas vendas de PCs nos últimos anos, a empresa, conhecida por seu Norton Antivírus vem sofrendo com quedas em suas vendas de softwares, na contramão do mercado de segurança, que registra aumentos de 10% a 15% anuais. Em março deste ano, a empresa chegou a demitir seu CEO, Steve Bennett.

Se a divisão se concretizar, a Symantec se junta ao clubinho de empresas que recentemente anunciaram cisões estruturais para revitalizarem seus negócios. Recentemente, HP e eBay anunciaram estas medidas.

Na segunda-feira, a HP partiu sua operação em Hewlett-Packard Enterprise, voltada aos clientes corporativos, e HP Inc., para PCs e impressoras.

“A decisão de separar em duas companhias reitera nosso comprometimento para o plano de recuperação da empresa. Ela dará a cada empresa a independência, foco, recursos financeiros e flexibilidade para adaptar rapidamente ao mercado e consumidor, assim como gerar valor para os acionistas", destacou Meg Whitman, CEO da empresa.

Na última semana, o site de e-commerce eBay se separou da plataforma de pagamentos eletrônicos PayPal para os acionistas.

Segundo analistas, ambas as companhias chegaram a este ponto devido à pressões para crescer suas operações e dificuldades em manter suas operações intactas quando unidas, um cenário que caminhou para a divisão das empresas.