Luciana Caletti, Shane O'Grady e David Curran. Foto: divulgação.

A americana GlassDoor comprou o Love Mondays, um site brasileiro no qual empregados podem postar avaliações anônimas sobre empregadores, além de ter acesso a estimativas de salários e vagas de empregos.

Fundado em 2014, Love Mondays é o que se chama de “copycat” no jargão do meio de startups: uma companhia que copia para um mercado local um modelo de negócio consolidado em outro país. 

O GlassDoor começou a funcionar nos Estados Unidos em 2008 e agora fez sua primeira aquisição internacional para entrar na América Latina, pegando o atalho de adquirir uma companhia local de modelo de negócio parecido.

O Love Mondays tem hoje avaliações de 75 mil empresas. O site deve manter o nome por enquanto, com os produtos para multinacionais interessadas em contratar no Brasil oferecidos pela Glassdoor, que tem 580 mil avaliações em 190 países.  

O Glassdoor agora tem presença direta em mais de 12 países, incluindo Reino Unido, Irlanda, Canadá, Austrália, Índia, França, Alemanha, Holanda, Áustria, Suíça, e Bélgica e está disponível em cinco idiomas (inglês, francês, alemão, holandês e português).

“A reputação e a liderança do Glassdoor tornam a empresa um parceiro ideal para que o Love Mondays cresça ainda mais. Eu estou muito animada com o potencial do nosso futuro juntos”, afirma Luciana Caletti, cofundadora e CEO do Love Mondays. 

Luciana lançou o site com dois sócios estrangeiros: Dave Curran, COO; e Shane O'Grady, CTO, e hoje conta com aproximadamente 20 funcionários em São Paulo, Brasil. 

Caletti é gaúcha, formada em Direito pela UFRGS. A profissional fez carreira no exterior, tendo trabalhado na Capgemini e Johnson & Johnson em Londres, antes de passar um breve período em uma agência de Dubai e regressar ao Brasil para fundar o portal.

Também são fundadores o irlandeses Shane O'Grady, um profissional de TI com passagens por diversos sites do seu país e David Curran, um executivo com background de finanças e passagem pelo The Boston Consulting Group.

No final de 2014 o site recebeu o primeiro investimento externo, feito pela Kaszek Ventures, um dos maiores Venture Capitals da América Latina, fundado por Hernán Kazah e Nicolás Szekasy, co-fundador e ex-CFO do Mercado Livre. 

Desde a sua criação, o Kaszek Ventures investiu em 25 empresas de 6 países, entre elas Viva Real, Restorando, GetNinjas, Netshoes, Oqvestir, OpenEnglish e GuiaBolso.

O GlassDoor já jogava em outra divisão. Em janeiro do ano passado levantou US$ 70 milhões em uma rodada liderada pela Google Capital, com o qual totalizou US$ 160 milhões em capital de risco.