O projeto faz parte do Plano de Modernização do Sistema Portuário Nacional. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Indra irá fornecer ao Porto de Vitória um sistema inteligente de controle de tráfego de embarcações, conhecido como VTMIS (sigla em inglês de Vessel Traffic Management Information System). O valor do projeto é de R$ 22,9 milhões.

O projeto, acertado com a Companhia de Docas do Espírito Santo (Codesa), tem duração de 38 meses para o serviço de implantação da solução tecnológica, manutenção e formação dos técnicos que trabalharão no centro de controle operacional.

A solução da Indra tem o objetivo de melhorar a segurança marítima e aumentar a eficiência das atividades e operações portuárias. A ferramenta permite monitorar e gerenciar o tráfego das embarcações, assim como saber a situação ambiental da região, podendo ofertar dados aos municípios circunvizinhos ao Porto.

Uma única plataforma tecnológica integra a informação procedente de diferentes sistemas que são encontradas tanto nas instalações portuárias como nas próprias embarcações, como sensores, mareógrafos, radares, câmeras de última geração, correntômetros, boias e estações meteorológicas. 

O projeto que a Indra desenvolve faz parte do Plano de Modernização do Sistema Portuário Nacional da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP/PR), que tem o objetivo de aumentar o controle, a segurança e a produtividade dos portos brasileiros e, em consequência, sua capacidade. 

O sistema também será integrado no Programa Porto sem Papel, que procura reunir em um único meio de gestão digital as informações e documentação para a análise e liberação de mercadorias nos portos brasileiros, funcionando como guichê único.

Atualmente, a Indra está implantando os sistemas de gestão do tráfego marítimo (VTS) no porto de Southampton, no Reino Unido. Outros locais já contam com a solução, como Valência (Espanha), Marrocos e Polônia.

Na América Latina, a Indra é um dos fornecedores tecnológicos no projeto de ampliação do Canal do Panamá, além de estar ampliando a plataforma tecnológica global do porto de Valparaíso, no Chile.

Presente no Brasil desde 1996, a Indra conta atualmente com uma equipe de mais de 7,5 mil profissionais.

Com vendas de aproximadamente € 3 bilhões, conta com 42 mil profissionais e com clientes em 138 países.

A Indra também atua nos setores de energia e indústria, administração pública e saúde, serviços financeiros, segurança e defesa e telecom e mídia.

A empresa tem diversos contratos com órgãos governamentais no Brasil.

Em março, venceu o processo licitatório do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) de R$ 11,7 milhões ao ano para serviços de desenvolvimento de software e manutenção de sistemas para o controle e fiscalização do agronegócio no país. 

No mesmo mês, fechou um contrato de R$ 23 milhões com a Companhia Energética de Brasília, responsável pela abastecimento de energia elétrica na capital.