A categoria de Alimentos e Bebidas teve a terceira desaceleração seguida. Foto: flickr.com/ricardo.

O IBGE divulgou hoje a taxa de inflação do mês de junho, que ficou em 0,40%. A taxa é a menor desde setembro do ano passado, mas levou o acumulado dos últimos 12 meses para 6,52%.

É mais do que o teto estabelecido pelo governo, de 6,5%. A meta é atingir 4,5%.

Quase todas as categorias tiveram quedas em relação ao mês anterior. As únicas que fugiram ao padrão foram Transportes, que foi de -0,45% para 0,37% e Despesas Pessoais, que passaram de 0,80% para 1,57%.

Nos Transportes, um aumento de 21,95% nas tarifas aéreas responde sozinho por 0,09 ponto percentual no índice.

Já o grupo de Despesas Pessoais foi puxado por uma alta de 25,33% nas diárias dos hotéis, com impacto de 0,17 ponto percentual.

Os dois fatores, ligados diretamente à Copa do Mundo, são os responsáveis por metade do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do mês.

A categoria de Alimentos e Bebidas teve a terceira desaceleração seguida e registrou queda de preços de 0,11%, o menor resultado desde julho do ano passado.

O maior índice regional foi de Recife (0,71%), seguido por Salvador (0,66%) e Brasília (0,55%). 

O menor foi o de Belém, que ficou em 0,21%.