O Uber fez uma oferta de US$ 3 bi para adquirir o serviço de mapas da Nokia. Foto: Joe Ravi/Shutterstock.

Após rumores de que as montadoras de automóveis BMW, Audi e Mercedes-Benz haviam se unido ao grupo chinês Baidu para adquirir a Here, unidade de mapeamento da Nokia, novas especulações sugerem que o serviço de carona particular Uber entrou na disputa para arrematar o serviço.

Segundo fontes do The New York Times, o Uber fez uma oferta de US$ 3 bilhões para adquirir o serviço de mapas da Nokia, que anunciou em abril considerar a venda do negócio. 

A Nokia também teria recebido uma oferta de uma empresa de private equity de identidade não-revelada.

Segundo o NYT, as negociações relacionadas ao negócio de mapeamento da Nokia continuam, mas representantes das empresas envolvidas não fizeram comentários sobre o assunto. 

A briga pela aquisição do Here demonstra a crescente importância dos serviços de mapeamento digital enquanto as empresas conectam seus produtos à internet. Outros gigantes da tecnologia, incluindo Facebook e Microsoft, também chegaram a se interessar em comprar o serviço da Nokia.

O Here detém mais de 80% do mercado global de sistemas de navegação para automóveis, e gasta centenas de milhões de dólares a cada ano para atualizar seus mapas.

Em 2014, a unidade registrou receita de US$ 1,1 bilhão, menos de 8% do total de vendas da Nokia no ano. A unidade conta com cerca de 6 mil funcionários.