OPS!

Sonda terá que pagar PLR para 1791 funcionários

08/03/2021 15:24

Pagamento é resultado de ação do sindicato paulista Sindpd e vale no RS, MG, SP e RJ.

Oi! Foto: https://www.flickr.com/photos/humerlok/23630287008

Tamanho da fonte: -A+A

A Sonda vai ser obrigada pela Justiça Trabalhista a pagar valores relativos a um programa de participação nos resultados de 2014 para 1791 funcionários, uma quantidade que pode se tornar ainda maior no futuro.

A decisão foi divulgada pelo Sindpd, que moveu uma ação judicial nesse sentido em 2015. Os funcionários estão distribuídos em cinco CNPJs, divulgados pelo sindicato paulista em nota.

Conforme o Baguete apurou, os CNPJs correspondem a cinco empresas com o nome fantasia Sonda IT, com dois deles tendo o mesmo endereço em São Paulo e os demais em Belo Horizonte, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Na nota, o Sindpd explica que havia fechado um PLR com a Elucid, uma empresa adquirida pela Sonda em 2012, entrando na justiça depois para obter a extensão do benefício para todos os funcionários do grupo.

Segundo o argumento do Sindpd, aceito pela juíza do Trabalho Juliana Jamtchek Grosso, a extensão está prevista na Convenção Coletiva do Trabalho dos profissionais de TI, acordada entre o sindicato da categoria e o sindicato patronal Seprosp. 

“Empresas abrangidas por esta Convenção Coletiva de Trabalho, pertencentes a grupos empresariais que já praticam a Participação nos Lucros ou Resultados a qualquer outra Empresa do grupo, obrigam-se a estendê-la, nos mesmos parâmetros, também para seus empregados”, disse a juíza na sua decisão.

De acordo com o Sindpd, os valores já estão disponíveis para pagamento e a ação beneficia inclusive funcionários que não estão mais na Sonda. Quem quiser se informar pode mandar um WhatsApp para (11) 99989-1023, escolhendo a opção "PLR Sonda 2014".

A nota informa ainda que há oito ações contra empresas do Grupo Sonda com o mesmo objeto na Justiça do Trabalho, objetivando o pagamento para os demais funcionários das empresas. 

"Mais uma vez o Sindpd mostra a sua força e importância na defesa dos profissionais de TI. A PLR é um direito da nossa categoria, conquistada através de uma mobilização histórica", afirma Antonio Neto, presidente do Sindpd.

O Baguete procurou a Sonda, que não se manifestou até o fechamento desta matéria.

O PLR da Elucid vai custar muito caro para a Sonda. Isso porque a companhia, especializada em projetos no setor elétrico, é um negócio de nicho, com cerca de 60 funcionários hoje em dia, enquanto o grupo como um todo tem 8 mil funcionários.

Não se sabe quantos funcionários a Sonda tinha em 2014, o ano para o qual a ação vale, ou quais são as outras oito empresas contra as quais o Sindpd entrou com a ação, mas mesmo o número inicial de 1791 PLRs já é um prejuízo respeitável.

Veja também

DINHEIRO
Sindpd oferece crédito consignado

Sindicato de informática paulista fechou acordo com a fintech Paketá Crédito.

NOVO NORMAL
Procergs estreia greve em home office

De acordo com o Sindppd-RS, 180 servidores participaram de um piquete virtual.

BRIGA
Brasscom quer definição sobre imposto sindical

Associação das maiores empresas de TI do país entra com ação contra 82 sindicatos.

PROPOSTA
Almoço de meia hora para a TI de SP?

Sindicato patronal parece ter decidido colocar um bode na sala.

NOVOS NEGÓCIOS
Toda, ex-Sonda, é novo VP da Service IT

Com mais de 30 anos de carreira, o executivo responderá pela área de novos negócios e alianças da companhia.

RH
Amanco Wavin seleciona candidatos com Recrut.AI

A companhia ganhou 80% de produtividade em processos de recrutamento e seleção.

UTILITIES
Copasa faz AMS do SAP com Sonda

Sonda fará a gestão do ERP ECC na empresa de saneamento mineira.

DE CASA
Grupo Máxima abraça home office

Empresas médias fora dos grandes centros também adotam nova tendência.

FIRMA
Bolsonaro critica home office na Petrobras

Presidente descobriu que a estatal de petróleo está trabalhando de casa e não ficou feliz.

TRABALHO
Monday.com abre no Brasil

Com base de 3,6 mil clientes brasileiros, startup israelense agora tem cara local.