Supergasbras vai de ERP SAP. Foto: divulgação.

A Supergasbras Energia, empresa brasileira pertencente ao grupo holandês SHV Energy, finalizou o seu roll out de implementação do ERP SAP em suas 67 unidades em todo o país.

O processo, realizado pela Sonda IT, foi iniciado em 2014, e fez parte de um extenso plano de integração da companhia com a concorrente nacional Minasgás Distribuidora iniciado em 2004.

Para consolidar esse processo de fusão, contratou, no início de 2014, a Sonda IT, para implementar o ERP da empresa alemã e seus aplicativos fiscais, além de desenvolver projetos de BI e fornecer os serviços de AMS (Application Management Services). O valor do projeto não foi aberto.

A solução foi implementar uma ferramenta alinhadas às melhores práticas do mercado: o SAP ECC, em combinação com o SAP SDM (Secondary Distribution Management)  Oil & Gas, que teve seu roll out realizado em 67 unidades da distribuidora de gás presentes em 20 estados no Brasil.

O projeto incluiu a unidade de produção e requalificação de botijões e cilindros, tendo o último roll out ocorrido em  dezembro de 2015. Ao todo, o projeto SAP envolveu 1,5 mil usuários. Segundo dados divulgados nos últimos anos, a Supergasbras tem um faturamento na casa dos R$ 4 bilhões.

Segundo o diretor de TI & Serviços da Supergasbras, Marcus Falcão, o projeto se fez necessário após a fusão das empresas, devido ao crescimento na complexidade de negócios, exigindo um novo ERP.

Além disso, a distribuidora espera atender as novas demandas de mobilidade, Big Data, redes sociais, entre outras, e a plataforma antiga não tinha base para este projeto.

De acordo com o executivo, atualmente, a empresa está em um período de estabilização da solução e ao longo de 2016, o foco será na captura de benefícios concretos. Entretanto, resultados iniciais já foram perceptíveis antes da finalização do roll out.

"Conseguimos fechar os demonstrativos contábeis de 2015 na terceira semana de janeiro, conforme previsto, sem ressalvas após o processo de auditoria externa”, comenta Falcão, acrescentando que a SHV atua em 20 países e a operação brasileira foi a primeira a implementar a solução SAP SDM.

Além do projeto SAP, que também foi contemplado com um contrato de AMS, para o período de 2015 a 2017, a integradora também redesenhou a arquitetura de dados para melhor apresentação das informações aos usuários na plataforma de BI e remodelou o data warehouse da distribuidora de gás.

Para amparar os processos fiscais, foi implementada a solução da Sonda IT, o Comply.

Conforme revela o Falcão, agora a ideia é fazer projetos similares na França e Itália, onde o grupo SHV também tem subsidiárias.

Fundada no Chile em 1974, a Sonda atua no Brasil desde 1989. Com cinco mil colaboradores e mais de 1,2 mil clientes ativos distribuídos por 26 escritórios locais,, a organização opera através de quatro divisões de negócios: serviços de TI, SAP, plataformas e aplicativos.

Segundo os últimos dados de resultados divulgados pela Sonda IT, a empresa teve em 2015 um faturamento de US$ 1,25 bilhão. Em 2014, a empresa revelou ter fechado de R$ 250 milhões em novos contratos no Brasil.