Fim da Zuum marca o fim do segmento de dinheiro móvel associado a operadoras de telefonia celular no Brasil. Foto: DIvulgação.

A Zuum, empresa de pagamentos móveis criada por uma joint venture entre Telefônica e Mastercard, encerrou suas operações em dezembro de 2018.

O movimento marca o fim do segmento de dinheiro móvel associado a operadoras de telefonia celular no Brasil. 

Uma matéria do Mobile Time lembra que por 12 anos as empresas de telecomunicações testaram diferentes modelos de negócios e parcerias com instituições financeiras, mas nenhuma delas atingiu o sucesso almejado.

Aos poucos, operações como Oi Paggo, Meu Dinheiro Claro, TIM Multibank Caixa e Zuum deixaram de atuar.

“Os acionistas da MFS acordaram o fechamento da empresa e de seu único produto, o Zuum, serviço de pagamento com celular que Telefônica e Mastercard ofereciam no Brasil entre 2013 e 2018. A decisão foi tomada devido à reorganização de suas estratégias neste setor. Os clientes da Zuum foram devidamente informados sobre as mudanças e tiveram a opção de seguir desfrutando de um serviço similar por meio do Social Bank, empresa especializada em pagamentos com celular”, diz a nota da Mastercard enviada ao Mobile Time.

Para a publicação, o encerramento desse tipo de negócio pode ser associado ao sucesso de fintechs que oferecem contas digitais e cartões de crédito sem tarifas.

O setor de dinheiro móvel era voltado para uso do celular como carteira, associando o número telefônico a uma conta corrente digital em um serviço financeiro gerenciado por operadoras móveis.

No Brasil, a primeira experiência no segmento foi feita pela Oi, que lançou em 2007 um serviço em parceria com a Paggo que oferecia um cartão de crédito no celular. Os lojistas precisavam ter um celular da Oi para receber pagamentos.

O Mobile Time conta que, em 2013, a Claro se juntou com o Bradesco e criou o Meu Dinheiro Claro. No mesmo ano, Telefônica e Mastercard lançaram a Zuum. A ainda Oi chegou a fazer pilotos de um novo serviço chamado Oi Carteira, com o Banco do Brasil. Já em 2015, a TIM se aliou à Caixa e à Mastercard para criar o TIM Multibank Caixa.