Oracle quer voar alto no SDN. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Oracle anunciou a aquisição da Corente, desenvolvedora de soluções em redes definidas por software (SDN), uma manobra para fortalecer a presença da multinacional no segmento.

Embora a transação, que ainda está em andamento, não tenha seus valores revelados, ela deve ser concluída ainda no início deste ano. Com isso, a Oracle pretende aumentar a concorrência para cima de empresas como Cisco e IBM.

Em comunicado, a Oracle afirmou que, com a aquisição, incluirá em seu portfólio produtos para virtualização de redes LAN (locais) a WANs, atendendo a clientes que precisam de soluções que atendam seus data centers e redes globais.

"As empresas serão capazes de entregar com facilidade segurança de aplicações e serviços em nuvem para suas unidades distribuídas globalmente", disse o chefe-arquiteto de produto corporativos Edward Screven.

De acordo com a multinacional, as empresas querem implementar aplicações de forma híbrida, conectadas a serviços em nuvem. Conforme explica a companhia, este trabalho será facilitado e mais rápido usando a tecnologia da Corente.

A Corente tem clientes como a British Telecom e parceiros de TI como IBM, VMware , Cisco, Hewlett- Packard, Dell e Microsoft, entre outros.

Focando no SDN, a Oracle aumenta seu poder de fogo para rivalizar com a, até então líder, Cisco, que também se reforçou com a compra da Insieme, um investimento de US$ 100 milhões da empresa.

Quem também está na briga junto com a Oracle e Cisco é a VMware, que investiu pesado para crescer no mercado de SDN, comprando por US$ 1,26 bilhão a Nicira, uma startup especializada em uma tecnologia aberta de gestão de tráfego de rede baseada no padrão Open Flow.

Segundo dados do Gartner, o mercado de SDN movimenta cerca de US$ 360 milhões no momento, mas pode chegar a marca dos US$ 3,7 bilhões até 2016.