Gooooooool do River! Foto: Diego Haliasz / Prensa River

O River Plate, um dos maiores clubes de futebol da Argentina, fechou a aquisição do sistema de gestão para pequenas e médias Business One da SAP.

É o primeiro contrato do tipo da multinacional alemã com um clube no país. No Brasil, o Palmeiras é cliente do B1, assim como o América, no México. O Grêmio é um cliente da plataforma de processamento em memória Hana para a parte de análise de dados.

“O River Plate está seguindo a crescente tendência de profissionalização do futebol que vem ocorrendo na América Latina”, afirma Ricardo Kazuo, diretor de Marketing da SAP Brasil.

Gustavo Silikovich, diretor-geral do River Plate, destaca a importância dessa decisão para a instituição e para toda a sua comunidade, que contou com o apoio da alta direção e a participação de todos os setores do clube. 

“É um projeto transversal, que inclui muitas áreas, e é fundamental para a modernização de nossa gestão e dos processos de administração”, afirma Silikovich.  

O River Plate, três vezes campeão da Libertadores da América, é um dos clubes mais bem geridos do futebol argentino. O faturamento no primeiro semestre foi de R$ 273 milhões, o que, se repetido no segundo, coloca o River no mesmo nível do Corinthians ou do Flamengo.

Agora é ver se a Totvs vai levar para a Argentina, onde tem uma filial em Buenos Aires, a disputa que tem no Brasil pelos clubes de futebol locais.

Clubes de futebol são excelentes clientes para dar visibilidade para a marca junto ao público geral e alavancar vendas em outros setores.

A Totvs afirma ter 20 contratos com clubes de futebol, lista que inclui Internacional, Cruzeiro, Botafogo e Ponte Preta, Santos e Corinthians. 

No começo do ano, a empresa deu um passo internacional, fechando um contrato com o Peñarol. Apesar de muito tradicional, o time uruguaio é um pequeno economicamente.