LinkedIn divulgou as empresas com maior poder na atração de profissionais. Foto: Denys Prykhodov/Shutterstock.

O LinkedIn divulgou na última semana uma lista com as 20 empresas com maior poder na atração de profissionais no Brasil. O ranking conta com cinco representantes do segmento de tecnologia e internet, todas multinacionais.

A empresa de tecnologia mais bem colocada é o Google, que ocupa a 2ª colocação da pesquisa. Depois, aparece a Apple, no 5º lugar. A pesquisa cita ainda a Dell (14º lugar), a Microsoft (18º) e o Facebook (20º).

O ranking analisa o comportamento dos usuários da rede e como eles exploram sua trajetória profissional. A metodologia da pesquisa inclui interações de alcance e engajamento do usuário com a company page das empresas, perfil de seus funcionários no LinkedIn e vagas anunciadas.

Para chegar ao resultado, o estudo analisou mais de 30 bilhões de interações dos usuários com as empresas e seus funcionários na rede social. 

No critério de alcance, a pesquisa do LinkedIn avalia a familiaridade do usuário com a empresa. Isso significa analisar o número de não-funcionários que visitam os perfis de funcionários da organização e se conectam a eles.

Para verificar o engajamento, o ranking considera a frequência de visitas e a quantidade de seguidores que cada empresa tem em suas páginas no LinkedIn.

Das 20 empresas mais bem classificadas, 9 nunca haviam aparecido em levantamentos anteriores: Google, Apple, Procter & Gamble, Bunge, Lojas Renner, Danone, Leroy Merlin, Pfizer e Facebook. 

O LinkedIn tem mais de 400 milhões de usuários no mundo, dos quais 23 milhões são do Brasil.

 

Confira o ranking completo:

1ºUnilever

2ºGoogle

3ºTAM

4ºNestlé

5ºApple

6ºProcter & Gamble

7ºNatura

8ºBunge Brasil

9ºLojas Renner

10ºWhirlpool Latin America

11ºDanone

12ºPepsiCo

13ºLeroy Merlin Brasil

14ºDell

15ºGE

16ºJohnson & Johnson

17ºPfizer

18ºMicrosoft

19ºAmbev

20ºFacebook