CHEGA DE EXCEL

JMalucelli: agilidade com BI QlikView

07/11/2012 17:41

Grupo adota o BI na construtora, mas já mira ampliação para suas demais 70 empresas, em um cronograma sem prazo de conclusão, mas já em andamento.

Oscar Valliatti Filho. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A JMalucelli Construtora, segunda maior empresa de construção pesada do Paraná, que representa aproximadamente 20% do faturamento do Grupo JMalucelli, projetado em torno de R$ 500 milhões para 2012, implantou o BI QlikView, com consultoria da curitibana Target Soluções Integradas.

Com mais de 30 unidades de negócios, a construtora atua em obras de terraplenagem e pavimentação de rodovias, hidrelétricas e outras, e modificou um cenário em que a entrega de um relatório, com base em planilhas de Excel e alimentação manual de dados, levava cerca de 1,5 mês, para o de hoje, quando o BI automatiza a coleta de dados, análise, e permite a entrega em poucos dias.

Conforme o gerente de TI da JMalucelli Construtora, Oscar Valliatti Filho, antes eram cerca de cinco pessoas dedicadas à execução das planilhas e relatórios, que gastavam 70% de seu tempo na inserção de dados e 30% na análise dos mesmos.

Hoje, o time necessário para os relatórios caiu para dois colaboradores e o tempo se inverteu: com a alimentação automática do sistema, o BI libera os funcionários para outras atividades, deixando-os apenas com 30% de seu tempo necessário para análise.

“Não precisam mais perder tempo fazendo tantas contas, inserindo números em planilhas. Hoje, podem dedicar mais de seu tempo a outras atividades produtivas”, ressalta Valliatti Filho.

Na construtora, o QlikView foi comprado, implantado, integrado ao ERP Totvs, que a empresa usa desde 2008, e iniciado o uso em cerca de quatro meses.

Agora, está em expansão para outras empresas e setores do grupo.

No momento, o BI está em fase final de customização no Centro Compartilhado de Serviços da corporação, e, em breve, atenderá à área de Controladoria, que presta serviços a todas as empresas do grupo.

“Depois disso, será implementado na JMalucelli Energia, com previsão de conclusão do projeto para 2013”, conta Willyan Moriyama, analista de Sistemas responsável pelo projeto.

Outro projeto em andamento no grupo é a construção de um data center corporativo.

O trabalho vem sendo conduzido pela catarinense Fazion e deverá resultar em uma estrutura que ampliará a mais do que o dobro a atual capacidade de armazenamento do grupo, garantindo uma estrutura para suportar o crescimento da organização pelos próximos 15 anos de operação.  

A TI do JMalucelli conta com 22 pessoas, que trabalham para todas as empresas do grupo, além das equipes proprias no Paraná Banco e JM Seguradora.

Ao todo, o grupo conta com cerca de 70 empresas, atuando nos ramos de construção, comércio, energia, concessões de rodovias, financeiro, seguros, comunicação e outros.

Veja também

JMalucelli contrata todos softwares da I4PRO

A paranaense JMalucelli firmou um contrato com a I4PRO – Insurance For Professionals, especializada em TI para seguradoras, que inclui o uso de todos os softwares aplicativos da companhia.

A lista inclui ERP, sistema integrado de BackOffice, ECM, ferramenta que administra conteúdos não estruturados, como planilhas, imagens e apólices assinadas digitalmente; MMI, que estende o alcance dos processos ao ambiente móvel; e o WEX, para definição e controle de processos e conformidade dos mesmos.

JMalucelli: NFS-e em dois dias

O Grupo JMalucelli, de Curitiba, adotou a solução de NFS-e da joinvilense Conceito W para agilizar a emissão de suas cerca de 200 notas de serviço mensais.

Com o projeto, que levou dois dias entre o início da implantação e a entrada em uso da solução, a emissão das notas passou a ocorrer em tempo real.

Antes, era necessário digitar as notas fiscais no ERP Totvs utilizado pela companhia, para depois redigitá-las no site da prefeitura.

QlikView ganha monitor de marcas na web

A Toccato lança o QlikBrand, aplicativo QlikView capaz de medir a presença e determinar o share social de uma marca na internet.

Desenvolvido em parceria com a catarinense BrandViewer e com a agência digital NacionalVox, o aplicativo faz também a "análise de sentimento" do consumidor.

Para isso, conta com um robô que tem algoritmo preparado para analisar e interpretar frases publicadas na web relacionadas a uma determinada marca.

QlikView vende 45% mais licenças. AL lidera

A sueca QlikTech, fabricante do BI QlikView, fechou 2010 com receita de licenciamentos 45% maior do que no ano anterior, alcançando a cifra de US$ 145,2 milhões.

Já a receita geral ficou 44% acima do obtido em 2009.

No ano passado, o número de clientes ativos da companhia chegou a 18 mil, aproximadamente, contra cerca de 13 mil em 2009.

Grupo Isdra: QlikView com ROI de 90 dias

O Grupo Isdra, corporação gaúcha que atua em ramos como construção civil, agropecuária, alimentação, hotelaria, metalurgia, moveleiro e shopping centers, incluindo a gestão do tradicional Rua da Praia Shopping, de Porto Alegre, aderiu ao QlikView, BI da sueca QlikTech.

Neoris vende BI móvel da Exxova
A Neoris assinou um acordo com a Exxova para oferecer a solução de BI móvel para plataforma SAP da companhia americana de business intelligence. 
 
O MyBI Mobile oferece o conteúdo do SAP Business Objects - incluindo os SAP Dashboards (Xcelsius), Crystal Reports, Analysis, Predictive Workbench, Explorer e Webi - para dispositivos baseados nas plataformas iOS ou Android.
 
ACORDO
JME vende BI da W5 Solutions

W5 foca em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia e antende Estácio de Sá, Rede Globo, entre outros.

DOCE TI
SOL7 é o BI da Docile

A Docile, com sede em Lajeado, adotou a solução de BI da também lajeadense SOL7.