DE OLHO

XP tem hub para startups

07/10/2021 13:10

Meta é atingir pelo menos 250 startups dentro de um ano.

Rodrigo Moreira, head da XP Empresas.

Tamanho da fonte: -A+A

A XP Empresas, braço de soluções corporativas da XP, acaba de abrir uma operação focada em startups, com uma meta ambiciosa: atender pelo menos 250 startups dentro de um ano.

Em nota, a XP fala em um “hub de serviços para o ecossistema de startups”, com “produtos e serviços sob medida”.

Falando de maneira um pouco mais prática, a XP oferece desde produtos financeiros típicos como conta corrente, cartão e crédito até atendimento mais consultivo em temas como planejamento financeiro e sucessão.

A oferta mais chamativa, que provavelmente será coisa para poucas empresas, é um  serviço de advisory, com acesso a mentoria de alguns dos seus principais executivos, incluindo aí José Berenguer, CEO do Banco XP.

O hub já começa com 50 clientes, empresas que têm algum tipo de relacionamento com a XP. 

O foco são empresas com pelo menos metade da receita originada de canais digitais que tenham na tecnologia a principal ferramenta para endereçar as soluções para seu mercado alvo e possuam modelos de negócio com alta escala.

No longo prazo, o plano faz ainda mais sentido para a XP na medida que alguns desses clientes podem estourar, se tornar empresas de grande porte e serem clientes de outros serviços, no qual é possível ganhar dinheiro para valer.

“Queremos estar juntos desses clientes na sua jornada de crescimento e desenvolvimento de negócio. Vemos muitas oportunidades cross aqui dentro da XP, em outras frentes em que temos excelência, como o private banking e o investment banking”, destaca Rodrigo Moreira, head da XP Empresas. 

Segundo uma matéria recente do Valor Econômico, a área de empresas da XP  tem dobrado a base e o volume de negócios ano a ano.

Nessa área, as clientes com faturamento abaixo de R$ 1 bilhão são hoje 40 mil, com R$ 60 bilhões sob custódia na XP.

Recentemente, a XP comprou uma participação minoritária na Virgo, holding voltada para a infraestrutura de serviços tecnológicos para o setor financeiro.

Com o aporte, em valor e proporção não revelados, a companhia poderá acelerar o plano de construir um marketplace de acesso a capital para empresas e projetos de médio porte no Brasil.

Veja também

ESTRATÉGIA
Toda grande empresa quer a sua Tech

 Mas será que sabem mesmo o que desejam?

ERP
Sankhya tem novo CFO

Depois de grande aporte de capital, empresa chama especialista em fusões e aquisições.

APETITE
iFood busca startups

Gigante de entregas está de olho em soluções de logística, martech e varejo, entre outras.

BOMBANDO
Trybe levanta mais R$ 145 milhões

Edtech já vale R$ 1,3 bilhão e desponta como líder dentro do modelo ISA.

MARKETPLACE
Banco Pan compra Mosaico

A dona do Buscapé mostrava dificuldade em entregar o que prometeu no IPO, aponta o NeoFeed.

DADOS
Neogrid compra Lett por R$ 38,5 milhões

Essa é a quarta aquisição da companhia após seu IPO, a segunda em menos de 15 dias.