TRUNCAGEM

M2Sys: 158 mi de cheques/ano em DPI

07/03/2013 15:35

Curitibana investiu R$ 2 milhões em centro, com meta de processar 500 mil documentos/dia.

M2Sys aposta na truncagem de cheques.

Tamanho da fonte: -A+A

A M2Sys Tecnologia, empresa de Curitiba com filiais em São Paulo, Brasília e especializada em processamento de imagens, acaba de inaugurar na capital paranaense um novo centro de DPI (Data Processing Image) que demandou investimento de R$ 2 milhões e tem meta de processar 500 mil documentos/dia.

A unidade vai integrar as duas antigas operações mantidas pela companhia na cidade e começa a operar com 350 estações de processamento, com possibilidade de expansão para mais 100.

Com o novo DPI, a M2Sys planeja ampliar o volume anual de imagens de cheques, boletos e outros documentos digitalizados dos atuais 80 milhões para mais de 158 milhões.

“O volume atual representa a movimentação de documentos capturados por nossos DPIs em cerca de 850 agências bancárias, financeiras e pontos de varejo do país”, explica Gisele Carvalho, diretora da empresa curitibana.

Segundo ela, a expectativa é atingir cerca de 1,2 mil pontos remotos de captura até o final deste ano.

Para tanto, novos contratos estão em negociação com instituições financeiras de todo o país, garante a executiva, mas não é só isso: Gisele baseia a projeção também na adoção em larga escala, entre os bancos, do movimento de truncagem (substituição de cheques e boletos em papel por documentos digitalizados com validade legal).

A M2Sys atua na captura descentralizada de documentos nos canais remotos dos bancos e comércio, na digitalização e validação dos materiais e em diversas tarefas que compõem o back-office destas operações.

A empresa também faz a implantação de kits de captura, sistemas operacionais e de digitalização, além da capacitação dos profissionais dos bancos para a descentralização do processamento de documentos.

O novo DPI funciona em regime de produção simultânea com as agencias bancárias, e tem seu horário de entrega sincronizado com o fechamento das mesmas.

“O objetivo é dispensar os bancos da necessidade de extensão de seus horários ou da manutenção de centros de serviços para processamento dos documentos, já que o processo é descentralizado”, comenta Gisele.
O centro tem área total de mais de 2,9 mil metros quadrados e abriga, inicialmente, 450 colaboradores.

“Com a nova unidade poderemos resolver alguns gargalos logísticos e operacionais. A segurança é um dos pontos principais da truncagem, e é também um dos principais benefícios obtidos ao optar pelo serviço terceirizado”, finaliza a diretora.

Veja também

NOVOS SETORES
M2Sys: GED além do financeiro com Netz TI

A M2Sys, curitibana especializada em captura e processamento de documentos por imagem que, atualmente, processa mais de 150 milhões de papéis anuais, firmou uma parceria com a americana Abbyy, distribuída no Brasil pela Netz TI.

Pelo acordo, a Netz TI reforça a estrutura de suporte para as ferramentas de reconhecimento automático de caracteres (OCR,ICR etc) usadas nas soluções da M2Sys, com adição de recursos como o  FlexiCapture Engine, mecanismo de captura de dados da Abbyy.

POR IMAGEM
M2SYS incorpora Veros IT

A M2Sys, especializada em serviços de captura, validação, custódia, análise e processamento de documentação digital, acaba de incorporar a Veros IT, desenvolvedora de software para as mesmas áreas. 

 

A transação, de valor não divulgado, cria o Grupo M2Sys, operação que processa cerca de 150 milhões de documentos ao ano e em torno de 7% de todos os cheques compensados no país, por meio de imagens digitais. 

M2Sys: força no Sul

A M2Sys acaba de estabelecer um novo gerente de Vendas para a região Sul, que hoje responde por cerca de 15% dos negócios da companhia, concentrando nove clientes e respondendo pela maior parte do faturamento, já que o principal contrato da base fica por aqui.

O executivo é Adonias de Oliveira, que atua há 15 anos na área de vendas, atendimento e gestão de negócios, tendo passado por companhias como Oracle, Digital, Compaq, D-Link e Cisco.

Sérgio Pina assume M2Sys em SP

A M2Sys Tecnologia contratou o consultor Sérgio Pina Herrera para o cargo de gestor  regional de vendas do recém inaugurado escritório de São Paulo.

Mestrado em finanças e com 25 anos de atuação na área de tecnologia voltada para negócios, Pina terá como missão expandir as vendas da empresa para instituições bancárias que precisarão adotar a tecnologia de truncagem (processamento de cheques e boletos através de imagens digitais).

Curitibana M2Sys abre em São Paulo

A M2Sys Tecnologia, empresa de Curitiba especializada em soluções e serviços de processamento de transações por imagem, acaba de inaugurar uma regional em São Paulo.

A companhia é responsável pela principal operação brasileira de truncagem (processamento de cheques e boletos por imagem) já realizada em escala real, com mais de 350 milhões de documentos processados em 2010 para cerca de 1,1 mil agências bancárias.

CIS: scanner focado em truncagem de cheque

A CIS, fabricante brasileira de hardware e dispositivos, fecha acordo com a italiana CTS, detentora da tecnologia utilizada nos equipamentos da brasileira, para lançar uma linha de scanners de documento focada em truncagem de cheques.

A parceria entre as companhias tem por objetivo fornecer produtos de alta qualidade para o segmento de automação comercial e bancária.

IPSA unifica truncagem para Santander e Real

O Santander e o Banco Real, pertencentes ao Grupo Santander Brasil, unificaram seu processo de truncagem de cheques - compensação sem papéis, que dispensa a apresentação física do cheque, levando em conta a imagem digitalizada – por meio de uma solução da IPSA.

Sicoob: Stefanini no processamento de cheques

A Stefanini IT Solutions implementou no Sicoob - Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil uma solução de verificação automática da qualidade da imagem de cheques.

A ferramenta, implementada por meio da unidade Stefanini Document Solutions no Bancoob, operação bancária da rede cooperativada, permite hoje o processamento de cerca de 1 milhão de cheques em dias de pico. 

Unisys e VSoft: parceria para cheques

A Unisys Corporation firmou aliança com a VSoft Corporation para oferta de soluções de captura de depósitos para truncagem de cheques a instituições financeiras da América Latina.

Na parceria, a Unisys vai oferecer sua suíte de soluções para captura de depósitos, que permite às organizações clientes captarem, validarem, processarem e transmitirem imagens de cheques e documentos a partir de todos os pontos de captura de suas redes.

ATP: Banestes compensa cheque por imagem

A ATP - empresa com sede em Brasília, especializada em soluções tecnológicas para sistemas financeiros - acaba de assinar contrato para implantar a compensação de cheques por imagem no Banestes - Banco do Estado do Espírito Santo.