A Valmet tem sede na Finlândia e está presente no Brasil com três unidades. Foto: Divulgação.

A Capgemini fechou um contrato plurianual com a Valmet, desenvolvedora e fornecedora global de tecnologias de processo, automação e serviços para as indústrias de celulose, papel e energia. 

Com faturamento de € 3,2 bilhões em 2017, a Valmet tem sede na Finlândia e está presente no Brasil com três unidades.

A partir do contrato, a Capgemini vai oferecer recursos de gerenciamento e desenvolvimento de aplicações com o objetivo de reduzir os custos de TI da Valmet. 

Parte da equipe interna de serviços de TI da Valmet será transferida para a Capgemini, com o objetivo de integrar a equipe nas iniciativas de transformação de TI.

A Capgemini gerenciará e desenvolverá o amplo cenário de TI da Valmet, incluindo sistema de ERP, delivery, engenharia e aplicações de gestão do ciclo de vida do produto (PLM). A empresa ainda se envolverá na implementação do cronograma da transformação de TI da companhia. 

Os novos projetos darão suporte aos recursos industriais, ao cenário de PLM e aos serviços de campo da Valmet.

“As soluções inovadoras e comprovadas da Capgemini estão bem alinhadas às ambições de transformação digital da Valmet. Trabalhando em conjunto, a Capgemini nos ajudará a avançar para atividades mais estratégicas e de valor agregado, contribuindo para o sucesso futuro da Valmet”, diz Janne Puustinen, vice-presidente de tecnologia da informação da Valmet.

A Valmet conta com 12 mil funcionários globalmente. A empresa tem mais de 220 anos de história e a atual constituição surgiu da divisão dos negócios de celulose, papel e energia do Metso Group em dezembro de 2013. 

No Brasil, a Valmet está presente com 3 unidades. A gestão da Valmet na América do Sul está centrada em sua unidade de Araucária, no Paraná, com o suporte de unidades em Sorocaba e Belo Horizonte, além dos escritórios chilenos em Santiago e Concepción