MANUTENÇÃO

Fix: adequação à LGPD com Claranet

06/08/2021 15:28

A startup atende clientes de imobiliárias parceiras e precisa ter acesso a alguns dados.

A Fix faturou R$ 6 milhões no ano passado. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Fix, startup paulistana especializada em manutenção e reformas, contratou a Claranet, multinacional inglesa de serviços gerenciados de nuvem, para fazer uma consultoria sobre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Como a startup atende clientes de imobiliárias parceiras, precisa ter acesso a alguns dados e, por conta disso, garantir a segurança de que vai tratar essas informações da melhor maneira possível.

Assim, o projeto começou em dezembro de 2020 e a Fix passou por uma série de processos, como análise de necessidades no âmbito tecnológico, compliance para ajustes e correções de relações contratuais com parceiros, fornecedores e o público em geral, além de certificação.

A primeira ação foi a alteração da plataforma para atender a todos os requisitos previstos por lei, além de diversos treinamentos internos, que contaram com mais de 60 pessoas.

"A nossa adequação à LGPD foi decisiva para o nosso crescimento. O fato de termos um parceiro externo como a Claranet foi crucial, já que são especializados nesse processo e nos apoiaram em todas as etapas. Por isso, nos ajudou a passar muito mais segurança às novas imobiliárias que fecharam conosco desde então", afirma Thais Sterenberg, CMO e sócia da Fix.

Após receber da Claranet uma cartilha sobre o tema, a empresa ainda criou o e-book "O que é a LGPD? Como ela impacta sua imobiliária?" para que essas empresas tenham acesso ao material de maneira gratuita. 

“Vimos nessa ação uma oportunidade de reforçar a credibilidade da Fix no mercado e também de fortalecer a importância da LGPD para imobiliárias, auxiliando-as nessa adequação", explica Vinicius Flinkas, assistente de marketing da Fix.

A partir deste mês, entram em vigor as sanções para as empresas que estiverem em desacordo com a LGPD, que podem variar entre 2% do faturamento do negócio e R$ 50 milhões por infração/dia.

Mesmo diante deste cenário, mais de 80% das companhias brasileiras ainda não se adequaram à nova legislação, segundo um levantamento feito pela consultoria ICTS Protiviti.

"A Fix é uma incentivadora no segmento imobiliário nessa adequação, levantando a bandeira da importância da LGPD, sendo isso um grande diferencial competitivo, além de cumprir um papel de responsabilidade social muito importante", afirma Adilson Magalhães, gerente de governança e compliance da Claranet.

Fundada em 1996, a Claranet tem foco em cloud computing, cyber security, DevOps, serviços gerenciados e outros. Com sede no Reino Unido, o grupo está presente em 10 países e conta com quase 3 mil colaboradores e mais de 10 mil clientes.

No Brasil, a empresa triplicou a receita em menos de 18 meses e, agora, passa dos R$ 250 milhões ao ano, com clientes como Embraer, Natura, Banco Inter, Lojas Lebes, Bradesco, Samsung, Travelex, Sky, Burger King, Globo, DuPont, iFood, Visa, Ipiranga e Unimed.

Já a Fix foi fundada em 2017 e faturou R$ 6 milhões no ano passado. Em 2021, foi comprada pela Tempo Assist por R$ 210 milhões. 

A startup oferece 15 categorias de serviços para reparos residenciais e manutenção doméstica através de seu aplicativo. Entre os profissionais disponíveis, estão eletricistas, encanadores, montadores de móveis, pintores e gesseiros.

A maior parte da sua receita (60%) vem das parcerias com imobiliárias, além de empresas como Quinto Andar, Porto Seguro, 99 Taxi e Tigre. Com mais de 56 mil clientes cadastrados, atua em São Paulo, Campinas, Curitiba, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Veja também

LGPD
Logicalis vai vender Privacy Tools

Acordo com a integradora é um grande empurrão para a startup gaúcha.

LGPD
Intervalor investe em segurança de dados

Empresa de cobrança combina tecnologia, treinamentos e um seguro de peso.

RH
Polishop arquiva documentos com Iron Mountain

A plataforma utiliza inteligência artificial e machine learning para classificar conteúdos físicos e digitais.

SAÚDE
São Francisco Vida tem aplicativo com Digisystem

Segundo o plano de saúde, a necessidade surgiu para incentivar o distanciamento social na pandemia. 

LEVOU
Tivit compra Lambda3

Empresa tem 120 funcionários e foco em desenvolvimento ágil de software.

CLOUD
Habib's migra para a nuvem da Microsoft

Serão cinco meses para realizar a migração completa de todo o data center da rede de fast food.