Profissões que envolvem TI, comunicação e mídias sociais ganham destaque no mercado. Foto: flickr.com/photos/saravdv

Tamanho da fonte: -A+A

A Michael Page, consultoria de recrutamento de executivos, elaborou um estudo global sobre o mercado de trabalho diante das variações da economia.

Entre as profissões apontadas, estão três da área de TI e Comunicação, como Gerente de Marketing Online, Gerente de Projetos e Gerente de Comunidades.

Realizada nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, França e Brasil, a pesquisa aponta as atividades que nasceram para suprir as necessidades de um mercado em constante transformação, conforme Paulo Pontes, presidente da Michael Page no Brasil.

Foram avaliadas sete profissões que “atendem a demandas atuais e futuras”, como define a consultoria.

Também foram apontadas as áreas de atuação de Gerente de Treinamento do Varejo, Gerente de Identidade Visual, Gestor de Reestruturação e Gerente de Relações Governamentais.

Confira as atribuições, características e salários das profissões da área de TI que estão na lista da Michael Page:

GERENTE DE PROJETOS
O que faz: media o departamento de TI e as demais áreas da empresa. Leva as necessidades dos diferentes departamentos da companhia aos técnicos de sistemas da informação e aponta aos funcionários as limitações dos recursos de TI. A capacidade de comunicação é uma de suas facilidade.

Formação: engenharia e informática.
Quem contrata: médias e grandes empresas de todos os segmentos.
Salário médio: R$ 12 mil a R$ 20  mil

GERENTE DE MARKETING ONLINE
O que faz: elabora a estratégia de marketing de uma empresa nas mídias sociais. Na Europa e nos Estados Unidos, os profissionais desse ramo já contam com experiência de até dez anos no currículo. No Brasil, o marketing on-line só agora começa a se expandir.

Formação: publicidade, propaganda e marketing.
Quem contrata: agências de comunicação e empresas que atuam nas redes sociais
Salário médio: R$ 8 mil a  R$15 mil.

GERENTE DE COMUNIDADE
O que faz: atua diretamente na comunicação com o consumidor por meio de redes sociais, blogs e fóruns. Gerencia crises para impedir que reclamações sobre um produto ou serviço viralizem negativamente na internet.

Formação: marketing e publicidade e propaganda.
Quem contrata: agências de comunicação e empresas que atuam nas redes sociais.
Salário médio: R$ 7 mil a R$ 10 mil.