Peixe busca novas estratégias para não ficar fora d'água. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Peixe Urbano está lançando um novo formato de divulgação para fabricantes, varejistas e marcas, empregando o anúncio de diversos produtos de uma mesma marca simultaneamente, assim como novos pacotes de mídia, com campanhas customizadas de e-mail marketing e redes sociais.

O novo produto do Peixe Urbano já foi adotado por clientes como Walmart, TAM e Polishop - esta última que divulgou uma sessão do site chamada “Especial Polishop”, contendo cerca de 20 ofertas da empresa.

Segundo Felipe Brasil, diretor de e-commerce da Polishop, a ação registrou um aumento de aproximadamente 50% no número de visitas ao site durante o período da campanha e este tráfego veio em grande parte de pessoas que nunca haviam acessado a página antes.

"Foi uma maneira eficiente de gerar alta visibilidade para os nossos produtos e consequentemente conquistar mais clientes e mais vendas,” diz o executivo.

Cada “Especial” deve ficar disponível para os usuários de todas as cidades onde o Peixe Urbano atua por durante 7 a 10 dias.

Segundo números do próprio site, o Peixe Urbano conta com cerca de 20 milhões de acessos por mês, tem mais de 20 milhões de usuários cadastrados e mais de 2 milhões de fãs no Facebook.

PARA COMPENSAR

Conforme dados de mercado, o boom do segmento de compras coletivas já arrefeceu, e agora para se manter com acessos e faturamentos em alta, o negócio é diversificar. Parece que o Peixe Urbano está atento a isso.

De acordo com dados do Info Saveme da E-bit, o número de sites de compras coletivas caiu 25%, de 1,2 mil para 900 no último ano. A consultoria espera que o faturamento do setor cresça entre 5% e 10% neste ano.

No final de 2012, o site anunciou o lançamento de uma agência de viagens, a Peixe Urbano Viagens. A empresa garante reembolso caso o cliente não consiga agendar a viagem para a data desejada.

O objetivo é exibir no site ofertas com um espaço dedicado aos pacotes turísticos.

Além disso, a empresa comprou no ano passado o site Zuppa, que permite fazer reservas online em restaurantes, e o site O Entregador, especializado em entregas de comida.