A CI&T criou uma promoção para exibir Snapcodes de consumidores nas latas de Sprite. Foto: Divulgação.

A multinacional brasileira CI&T, que atende a Coca-Cola Brasil em projetos digitais, desenvolveu uma campanha no Snapchat para a marca Sprite. A ação "RFRSH na lata teve mais de 2 milhões de visualizações em apenas alguns dias. 

A empresa criou uma promoção para exibir os Snapcodes (QR code que permite identificar a conta do usuário no Snapchat) de consumidores nas latas de Sprite. 

Para iniciar a campanha, a Coca-Cola Brasil contou com a divulgação de 15 influenciadores do Snapchat que tiveram seus Snapcodes nas primeiras edições das latas. A partir da câmera do smartphone, o usuário podia escanear os Snapcodes estampados nas embalagens e seguir o conteúdo dos participantes.

Para participar e concorrer à promoção, os consumidores tinham que fazer o upload de seus Snapcodes no ambiente online de Sprite. Uma equipe de curadoria foi responsável por escolher os ganhadores - com base na qualidade do conteúdo do post. 

Foram 20 Snapcodes selecionados, dos quais 6 ganhadores. A maioria dos consumidores participantes ficou na faixa etária entre 16 e 19 anos. Em dezembro de 2015, foram impressos os Snapcodes dos ganhadores da promoção.  

Entre as dificuldades da campanha estavam a criação de um conteúdo adequado ao Snapchat, cuja característica mais marcante é permitir vídeos de até 10 segundos e que ficam disponíveis para visualização por 24 horas.

Além disso, a teve que analisar como manter os dados arquivados para que sejam auditáveis, o que é uma norma em concursos; como garantir que a campanha rode, mesmo com a dificuldade de prever o nível de adesão, além de como não superdimensionar a infraestrutura.

"Precisamos criar uma plataforma de curadoria, uma interface de gestão para que os administradores da campanha pudessem registrar o conteúdo dos participantes - imagens e vídeos, em geral. Cada curador precisava acessar as contas do Snapchat dos participantes no seu celular, pois o aplicativo não disponibiliza nenhuma API (para acesso automático)”, explica Leonardo Mattiazzi, vice-presidente de Inovação da CI&T.

O curador precisava usar outro aplicativo que permitisse salvar o conteúdo do Snapchat - na prática, criando uma cópia do snap e uma biblioteca de snaps organizada. 

“Essa biblioteca foi armazenada numa plataforma em nuvem autoescalável, que se adequa automaticamente ao volume de dados e ao volume de acessos. A CI&T ainda fez testes de carga, simulando um grande número de usuários, para ter a certeza de que os usuários teriam uma experiência perfeita", completa Mattiazzi.

O Sistema Coca-Cola Brasil é o maior produtor de bebidas não alcoólicas do país e atua em cinco segmentos – águas, chás, refrigerantes, bebidas de frutas e bebidas esportivas – com uma linha de mais de 125 produtos. 

Composto por 10 grupos fabricantes, o sistema emprega diretamente 66 mil funcionários, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos. Entre 2012 e 2016, serão investidos R$ 14,1 bilhões na operação no Brasil. O valor é 50% superior ao dos cinco anos anteriores. 

Eleita um "Cool Vendor" pelo Gartner, a CI&T é uma especialista em soluções digitais como aplicativos para mobile, portais corporativos, sustentação de sistemas e consultoria de negócios.

Com sede em Campinas, a empresa tem clientes como Natura, Motorola, Alelo e Banco Original. Em 2015 a empresa teve uma receita projetada de R$ 330 milhões, crescimento de aproximadamente 35% sobre os R$ 240 milhões contabilizados em 2014. Para 2016, a meta é ultrapassar os R$ 400 milhões.