A Algar Tech criou uma metodologia de transformação digital. Foto: Divulgação.

A Algar Tech, empresa de gestão de serviços de TI da Algar, criou uma metodologia de transformação digital, a CXI - Customer Experience.

O sistema é um combo de diferentes metodologias, incluindo clássicos como Lean e Six Sigma, tendências em alta nos últimos anos como o Design Thinking e até um toque brasileiro com o Innovatrix, um conjunto de práticas de criatividade e inovação criado por Clemente Nóbrega, um ex-físico nuclear brasileiro que desde os anos 2000 atua no campo do marketing.

O modelo de governança usa sistemas e dashboard desenvolvidos pela própria Algar Tech.

A ideia de fundo é promover uma melhor experiência no relacionamento do cliente final com a empresa, eliminando interações de baixo valor agregado e o número de chamados para as centrais de atendimento.

"A metodologia trata consultivamente a causa raiz das necessidades de contato com a empresa, oferecendo ferramentas para que o usuário tenha autonomia para resolver seus problemas e fazer solicitações por meio de canais de autosserviço”, informa Marco Aurélio Borges Matos, Diretor de Transformação Digital da Algar Tech.

A CXI é direcionada, principalmente, a empresas que apresentem uma ampla base de clientes, como bancos, telcos e varejistas. 

Transformação digital é a bola da vez no mundo da tecnologia. Na prática, o conceito que os players do mercado querem vender para os clientes é a possibilidade de reduzir custos e aumentar a eficiência adotando o relacionamento com o consumidor final simplificado e intuitivo das startups.

Além disso, mais do que digitalizar processos, operar o back office ou suportar a operação, a ideia é que as áreas de TI possam para abrir áreas de negócio e possibilidades de expansão para as organizações.

A Algar Telecom, sob a qual a Algar Tech atua, fechou o ano passado com uma receita bruta de R$ 3,3 bilhões uma alta de 7,2% frente ao ano anterior. Desse total, 27% vieram da Algar Tech.