Usina Santa Isabel é uma das maiores processadoras de cana. Foto: flickr.com/photos/denn/

Tamanho da fonte: -A+A

A Usina Santa Isabel, uma das maiores processadoras de cana-de-açúcar do Brasil, implantou a  ferramenta ARIS, da Software AG, em conjunto com a metodologia gestão de processos de negócios (BPM, na sigla em inglês) para melhorar sua administração.

O projeto envolveu um novo planejamento operacional, desenvolvido pela Intelligentsia Competitividade Integrada em parceria com a Veratis.

O projeto-piloto foi implantado inicialmente nas áreas de Manutenção e Suprimentos e já foram obtidos benefícios como a redução do atraso na entrega de pedidos.

Antes do projeto, a empresa tinha 86 páginas de entregas em atraso, após a implantação este número caiu para 10. O ganho se deu agilizando o acompanhamento da área de compras, eliminando situações de informações desencontradas na empresa.

“É um projeto difícil, pois precisamos mudar uma cultura que já está arraigada no funcionário. Acredito que um dos principais benefícios foi a maneira como o funcionário passou a se enxergar dentro da organização e a perceber a sua atividade”, explica o diretor de Manutenção e Suprimentos da Usina Santa Isabel, Alcides Romero Graciano.

A Santa Isabel é uma das maiores empresas de agronegócio do Brasil, com capacidade para a moagem de 5 milhões de toneladas de cana e duas unidades industriais no interior de São Paulo com 4,7 mil empregados diretos.