VENCEDORES

Brasil tem prêmio de chatbots

06/02/2018 09:56

Cerca de 2,6 mil pessoas votaram nos melhores sistemas.

A iniciativa Bots Brasil criou um prêmio voltado para os sistemas de comunicação inteligente. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A iniciativa Bots Brasil, um coletivo criado para explorar e reunir o mercado de chatbots, criou um prêmio voltado para os sistemas de comunicação inteligente.

O ranking foi criado a partir da votação de pessoas consideradas influentes no segmento de chatbot e pelo público em geral. O levantamento foi realizado entre novembro de 2017 e janeiro de 2018.  

“O objetivo dessa votação é ajudar a comunidade a se unir e trocar ideias sobre os melhores bots do ano. Assim, teremos alguns cases que podem servir como base, inspiração e benchmarking para os que estão por vir em 2018”, comenta Caio Calado, co-organizador.

A primeira fase da votação contou com mais de 380 votos de pessoas de 90 cidades e três países, que indicaram cerca de 60 bots que funcionam por meio de aplicações como Facebook Messenger, Twitter e sites. 

Os cinco bots mais bem colocados nas categorias passaram para a segunda etapa.

Já no final da segunda fase, cerca de 2,6 mil pessoas votaram nos melhores chatbots na categoria Público. 

Além disso, para escolher os ganhadores da categoria Influencers, houve a ajuda de 16 pessoas que trabalham, contribuem com a comunidade e influenciam no desenvolvimento de bots. Entre elas estão Sérgio Passos, CTO da Take; Luísa Silva, Redatora do PagSeguro UOL; e Heloisa Candello, Researcher da IBM Research AI.

A única condição era que os influenciadores não poderiam votar em bots que eles (ou suas empresas) desenvolveram. 

De acordo com um levantamento do Mobile Time divulgado em novembro de 2017, o Brasil conta hoje com pelo menos 56 empresas que desenvolvem chatbots. Juntas, as companhias já produziram cerca de 8 mil robôs, que trafegam aproximadamente 500 milhões de mensagens por mês.

De acordo com o estudo, 45% dos desenvolvedores de bots no Brasil são de pequeno porte, com no máximo 10 robôs publicados. 

Outras 39% empresas são de porte médio, com entre 11 e 100 bots construídos. Apenas quatro empresas (7% da base), podem ser consideradas grandes, com centenas de bots lançados. Já duas são gigantes, com milhares de bots desenvolvidos.

 

Confira os vencedores do prêmio Brasil Bots nas categorias Serviços, Commerce, Mídia, Entretenimento e Assistente Pessoal:

 

Serviços

- Voto do Público: Magazine Luiza (Lú), criado pela Nama;

- Voto dos Influencers: Visa, criado pela Smarters;

 

Varejo

- Voto do Público: PagSeguro (Paguinho), criado pela Take;

- Voto dos Influencers: ShopFácil, criado pela Smarters;

 

Mídia

- Voto do Público: Uol, criado pela própria empresa;

- Voto dos Influencers: Beta feminista, criada pelo laboratório de ativismo Nossas;

 

Entretenimento

- O bot do Rock In Rio (Roque), criado pela Take e agência Outra Coisa, venceu em ambas as categorias;

 

Assistente Pessoal

- Voto do Público: Bia Talk, criada pela própria startup;

- Voto dos Influencers: Clipping Bot, criado pela Clipping CACD.

Veja também

2018
6 tendências que precisam da nuvem

O mercado não perdoa hesitações na implementação de novas tecnologias, quase sempre baseadas em cloud computing. 

POSICIONAMENTO
Processor: foco em nuvem e BPO

Hoje, um terço do faturamento da Processor é oriundo de contratos de BPO.

ATENDIMENTO
Algar Tech: Genesys para omnichannel

A Algar vai possibilitar a integração de plataformas de voz, URA, e-mail, chat, portal, apps, entre outras.

MUDANÇAS
Confiem nos “nerds”

Alexandre Hohagen, hoje CEO da Nobox, relata sua primeira interação com Mark Zuckerberg.

PROFISSIONAIS
Moesch sai da Zenvia para Nubank

Moesch estava na Zenvia desde 2010.

AZURE
Patrus: Microsoft para transformação digital

O projeto mais recente envolve aprendizado de máquinas e IoT para monitoramento do fluxo das cargas. 

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
BotMaker chega ao Brasil

A companhia, que já atua nos Estados Unidos e na Argentina, é comandada por cinco sócios.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
ViaFlow se une a Ubots em chatbots

A ViaFlow buscou a Ubots para trabalhar com os recursos da IBM para inteligência cognitiva.