A Swatch vai lançar um novo smartwatch nos próximos dois ou três meses. Foto: Tupungato/Shutterstock.

A fabricante suíça de relógios Swatch vai lançar um novo smartwatch nos próximos dois ou três meses, de acordo com o The Verge. Isso coloca o lançamento no mesmo período em que a Apple deve liberar o Apple Watch.

Os detalhes são escassos, mas algumas funções do relógio já foram divulgadas. Ele irá incluir habilidades de "comunicação" e aplicativos compatíveis com Windows e Android. O relógio também será capaz de fazer pagamentos móveis, embora até agora os únicos parceiros conhecidos sejam os supermercados suíços Migros e Coop.

Uma característica que pode dar ao relógio da Swatch sua maior vantagem é a bateria. Mesmo antes de seu lançamento, a duração da bateria do equipamento da Apple já é um grande ponto de discórdia, com rumores apontado para duração de apenas um dia. 

A vida útil da bateria de outros smartwatches é variada. O Moto 360, por exemplo, dura um dia, enquanto o Pebble Steel aguenta de 5 a 7 dias sem ser carregado.

Embora Google e Apple estejam aumentando seu nível de atenção para os smartwatches ultimamente, a Pebble foi discretamente melhorando seu produto e crescendo nas vendas. 

Seus maiores e mais visíveis concorrentes até agora tem sido o Google Android Wear, que foi lançado em meados de 2014, e é encontrado em aparelhos da Motorola, Samsung, LG, Sony e Asus.

O CEO de Pebble, Eric Migicovsky, revelou ao The Verge que a companhia vendeu 1 milhão de relógios até 31 de dezembro do ano passado.

Já o Google ainda não revelou quantos relógios comAndroid foram vendidos nos últimos seis meses, por isso, é difícil determinar se a plataforma é um sucesso ou não. 

A Samsung supostamente entregou 800 mil smartwatches Gallaxy em 2013, mas não há revelação de números mais recentes.