Symantec acusada pelos EUA. Foto: divulgação.

A Symantec, desenvolvedora de soluções de segurança, anunciou que pode ter de pagar US$ 145 milhões por danos jurídicos relacionado à suas vendas e práticas de serviços.

Segundo o Bloomberg, a penalização foi sinalizada em janeiro, em uma reunião com a representantes do governo norte-ameriana, quando situação foi revelada.

Ainda em 2012, a Symantec, uma das maiores fabricante de software para segurança computacional anunciou que o departamento de justiça dos Estados Unidos e o escritório da procuradoria norte-americana estavam investigando desconformidades da empresa em regras contratuais com o governo.

Segundo divulgou a Symantec em nota para a imprensa, a companhia está cooperando "ao máximo" com a investigação conduzida pelo governo.

"Apesar da investigação nos permitir recorrer, estamos atualmente no processo de avaliar a análise inicial do governo. Talvez tenha acontecido uma violação de uma lei federal, resultado das operações de caixa de qualquer período", divulgou a empresa.