ACIMA DA META

Service IT cresce 35% e fatura R$ 51 milhões

06/02/2013 18:00

Em vendas, companhia cresceu 37% ano/ano, superando em 15% a meta estipulada. Maiores ganhos vieram de varejo, utilities e governo.

Eduardo Gallo. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Service IT Solutions, especializada em consultoria e prestação de serviços de TI, fechou 2012 com aumento de 35% no faturamento em comparação ao ano anterior, atingindo R$ 51 milhões.

Em vendas, a companhia cresceu 37% ano/ano, superando em 15% a meta inicialmente estipulada.

Os contratos que mais contribuíram para este resultado vieram dos segmentos de varejo, utilities e governo, de acordo com Eduardo Gallo, sócio-fundador e diretor Comercial da Service IT.

“Os números acima das expectativas são resultado de uma estratégia definida durante o ano, com foco principalmente na reestruturação das unidades de negócios”, comenta Gallo.

A divisão de outsourcing, por exemplo, garantiu receita para os próximos três anos, e representa 30% do faturamento da companhia, segundo ele.

Ao longo do ano passado a Service também viu se equilibrar a receita entre os três maiores parceiros que compõem o portfólio da Unidade de Negócios de Revenda.

Ao todo, a companhia vendeu mais de R$ 100 milhões de produtos dos seis fabricantes que representa.

“As vendas de produtos da IBM, EMC e Oracle cresceram em 2012 e tiveram um resultado parecido pela primeira vez, reforçando a estratégia implementada no ano passado de dar foco individual a cada fabricante”, ressalta Gallo.

E conforme o diretor, as parcerias com a Riverbed, Red Hat e VMware também serão impulsionadas neste ano, com a criação de uma unidade de negócios exclusiva.

O objetivo para 2013, de acordo com Gallo, é repetir os 35% o crescimento de 2012 e chegar a um resultado na ordem de R$ 70 milhões de faturamento no Brasil e Argentina.

A estratégia para alcançar essa meta passa por reinvestir 70% do resultado na própria companhia, especialmente em capacitação de pessoal.

A reestruturação geral que embasa as metas e o crescimento da empresa resultou, ainda, em equipes dedicadas a parceiros, em mudanças na gestão, que começaram com a saída, em maio de 2012, de Daniel Lanes Pereira, um dos fundadores.

Com isso, a estrutura acionária ficou com Gallo, Fernando Raupp e Leandro Torres, que assumiram as diretorias Comercial, de Tecnologia e de Serviços, respectivamente.

Outra alteração foi que, ao invés de estarem sediados nas unidades de Porto Alegre e São Paulo, como acontecia anteriormente, os três sócios-diretores passaram a ficar na capital paulista, centralizando a gestão.

Nas linhas de negócio, equipes dedicadas foram definidas também para EMC/VMware, CA e IBM.

A Service IT trabalha, ainda, com soluções de outros aliados, como Riverbed e Red Hat.

A estratégia é se fortalecer como system integrator e incrementar a representação comercial de soluções, outsourcing e serviços profissionais.

No geral, a carteira de clientes da companhia tem cerca de 1,2 mil nomes registrados, incluindo nomes como Banrisul, Renner e RBS.

O time total passa dos 200 colaboradores, distribuídos entre as unidades de Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

Há, ainda, uma operação em Buenos Aires, onde faturou R$ 4 milhões em 2011.