A Senior quer atingir o mercado de pequenas e médias empresas com a SAMSenior. Foto: Divulgação.

A Senior, especializada em software para gestão empresarial, de pessoas e controle de acesso, quer atingir o mercado de pequenas e médias empresas com a SAMSenior, solução para gestão de acesso e segurança disponível na nuvem. 

A SAMSenior conta com suporte para dispositivos móveis e centraliza as informações relacionadas a controle de acesso, alarmes e circuito fechado de televisão. O sistema permite realizar operação em contingência quando não houver conexão com a nuvem.

Com a solução, a Senior busca atender a condomínios, centros comerciais, hospitais e escolas. 

“A solução pode ser usada por organizações que tenham de 250 até 1 mil colaboradores”, afirma Jonathan Medeiros, gerente de produto de acesso e segurança da Senior.

O sistema tem recursos para cadastros de diferentes perfis, liberação de acessos de acordo com os graus de permissão, cadastro de grupos com perfis similares e escolha de credenciais – quando a pessoa pode se identificar em um equipamento de acesso por cartão, biometria ou senha.  

“Com a possibilidade de uso em dispositivos móveis, os responsáveis pela portaria ou recepção podem cadastrar visitantes utilizando celulares ou tablets, o que reduz os custos”, completa Medeiros.

Os equipamentos para acesso podem ser adquiridos também no formato “como serviço”. A oferta é feita em parceria com a Head, empresa da Senior para segurança patrimonial e automação predial lançada em 2013.

A receita da Senior com soluções em nuvem é a que mais cresce em relação às outras verticais de negócios. Em 2015, o segmento cresceu 167% na empresa.

Com a solução de gestão de acesso voltada para grandes empresas, a Senior atende a companhias como Karsten, Senac, Weg e Malwee. Agora, a aposta é atrair mais escolas e hospitais.

Para este ano, a previsão da Senior é aumentar em pelo menos 15% a receita do segmento de controle de acesso.

A Senior fechou 2015 com uma receita consolidada de R$ 224 milhões, uma alta de 16% frente ao ano anterior.