EFICIÊNCIA

Banco do Brasil gere energia com Embratel

05/12/2019 11:35

A solução agrega a tecnologia dos gerenciadores energéticos com o trabalho de consultoria.

Mário Rachid, diretor executivo de soluções digitais da Embratel. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Embratel foi escolhida como fornecedora de serviços técnicos de gestão e diagnósticos de energia elétrica para o Banco do Brasil. O contrato, firmado após pregão eletrônico, determina a prestação do serviço para 1.160 unidades da instituição financeira em todas as regiões do Brasil, entre agências e prédios comerciais. 

Com o uso da solução de Eficiência Energética Embratel, o Banco do Brasil vai gerenciar os pontos de consumo de energia,, buscando aprimorar a gestão dos recursos.

O sistema da Embratel foi desenvolvido para ajudar na gestão eficiente do uso e no controle dos custos com energia por meio de uma solução que agrega a tecnologia dos gerenciadores energéticos com o trabalho de uma consultoria.

“A solução fornece autonomia ao cliente para acompanhar de perto seu consumo de energia elétrica”, afirma Mário Rachid, diretor executivo de soluções digitais da Embratel.

Com a solução, medidores de energia são instalados no quadro de eletricidade da empresa. Os equipamentos analisam os diferentes circuitos elétricos, como sistema de refrigeração, iluminação e equipamentos de TI. 

Esses medidores se comunicam, via rede móvel (3G ou 4G), com uma plataforma em nuvem da Embratel, por meio da qual os gestores têm acesso aos dados sobre consumo de energia das suas empresas. 

A solução permite a identificação de padrões de consumo irregulares e de prováveis falhas em equipamentos, que podem impactar o correto uso de energia elétrica. Agregado ao processo de monitoramento, a oferta possibilita a automação de comandos para controle e desligamento de circuitos elétricos em determinados horários.

No Banco do Brasil, medidores serão instalados em unidades consumidoras de baixa e média tensão. Esses medidores estão aptos para receber conectividade por meio de modem 3G e 4G para acesso à plataforma de gestão. 

“Além da instalação de equipamentos de monitoramento e do fornecimento de sistema informatizado via web, a Embratel também fornece um aplicativo móvel para o cliente”, explica Maria Teresa Lima, diretora executiva para governo da Embratel.

A manutenção dos equipamentos e a atualização do sistema são feitos remotamente pela Embratel.

Veja também

GOVERNO
Serpro: adiante com plano de ser cloud broker

Estatal de TI está em busca de provedores de serviços de computação em nuvem.

DECISÃO
Oi vai vender data centers

Medida deve afetar pelo menos uma dezena de centros de dados espalhados pelo Brasil.

CARREIRA
Movimento Brasil Digital contrata diretora de projetos

Miriam Ascenso atuou por mais de sete anos na Fundação Brava.

ESTATAIS
Serpro: mercado privado e IPO

Presidente do Serpro anunciou planos ousados em entrevista à Reuters.

MUDANÇA
Luzardo deixa a Embratel

Luis Augusto Luzardo deixou a companhia após quatro anos de atuação.

FUTURO
Embratel: R$ 30 milhões em edge computing

Empresa está levando a nuvem para mais perto dos seus clientes no Brasil.

TELECOM
Ideval Munhoz, ex-T-Systems, está na Oi

Operadora traz um reforço de peso para a sua área de negócios B2B.

ESTRATÉGIA
Debate sobre nuvem chega na Justiça

Mega contrato do TJ-SP com a Microsoft é suspenso, mas nada está decidido ainda.

CARREIRA
Zenvia contrata gerente de produtos

Mateus Bueno tem passagens por Oi e Embratel.