PRODUÇÃO LOCAL

Perto produz ATMs da Wincor

05/08/2015 10:09

A empresa irá fechar sua fábrica de caixas eletrônicos em Atibaia, inaugurada há três anos.

Eckard Heidloff, presidente da Wincor Nixdorf. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A alemã Wincor Nixdorf irá transferir sua produção local de caixas eletrônicos para a gaúcha Perto.

Com isso, a empresa irá fechar sua fábrica de caixas eletrônicos em Atibaia, no interior de São Paulo, inaugurada há três anos, segundo o Valor.

O acordo determina que a área fabril da Perto irá lidar com a configuração e a produção final dos caixas eletrônicos (ATMs) da Wincor Nixdorf destinados ao mercado brasileiro. Para isto, a Wincor irá fornecer todos os componentes principais necessários e  garantir suporte técnico.

Além disso, as duas empresas pretendem trabalhar em colaboração  no campo da tecnologia para caixas eletrônicos. A Perto ira utilizar a tecnologia da Wincor para ATMs  recicladores, que transferem de forma automática as notas depositadas pelos correntistas para a gaveta destinada a suprir as operações de saque. 

"Os resultados de projetos de clientes iniciais mostraram que os bancos brasileiros estão cada vez mais receptivos a reciclagem de dinheiro, uma vez que oferece maior eficiência e segurança no processo. O nível de integração e presença da Perto no Brasil, complementada pela expertise da Wincor em tecnologia de reciclagem de dinheiro, é uma combinação vencedora para estabelecer uma forte posição de mercado neste campo", afirma Thomas Elbling, CEO da Perto.

Como pano de fundo dos esforços para alcançar maior eficiência e segurança nas redes de caixas eletrônicos, a Wincor afirma que identificou uma crescente demanda  no segmento de  software e  serviços  no Brasil.

"Devido  a enorme pressão sobre os custos, observamos  um movimento global  de adoção de aplicações de software abertos e padronizados para a operação de ATMs, que trazem vantagens na simplificação do ambiente de tecnologia, maior performance e ganhos de produtividade em relação aos sistemas proprietários”, diz Eckard Heidloff.

Dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) mostram que houve uma queda de 4% no número de caixas eletrônicos no Brasil no último ano. O país fechou 2014 com 159 mil equipamentos em funcionamento. 

Segundo a entidade, o desempenho tem relação com o contrato assinado entre bancos e a Tecban para substituir máquinas próprias por equipamentos multibandeiras em ambientes de grande circulação de pessoas, como shopping centers. 

A Wincor tem uma base instalada de 65 mil caixas eletrônicos no país entre máquinas próprias e equipamentos de outros fabricantes que contam com peças da companhia. Agora, o fornecimento de peças e tecnologias para outras companhias será um foco de atuação.

A Perto está no mercado há mais de 25 anos e possui uma fábrica com mais de  44 mil metros quadrados em Gravataí, na grande Porto Alegre. A empresa conta com cerca de 1,7 mil colaboradores e escritórios de vendas em São Paulo e Brasília.

Veja também

DIELBOLD + WINCOR NIXDORF
Grupo quer combater crimes em ATMs

Número de sistemas de caixas eletrônicos aumentará para 3,7 milhões até 2018.

MOBILIDADE
Banco24Horas: app localiza terminais

O aplicativo foi desenvolvido pela paulias ProGiro, que também atende Epson, Philips e Stihl.

REFORÇO
Lima, ex-GetNet, está na Saque e Pague

Denner Lima acaba de assumir o cargo de superintendente de Tecnologia e Operações.

ATM
Vasco: segurança móvel para Saque e Pague

A Vasco criou a Digipass, uma solução de segurança móvel para saques e depósitos.