Mercado de tablets tem crescimento menor que o esperado. Foto: flickr.com/photos/barcelonadigital

No primeiro trimestre de 2014 a venda de tablets cresceu 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado. O índice é menor do que o esperado pelas fabricantes, segundo estudo da IDC

O número de equipamentos comercializados nos três primeiros meses de 2014 chegou a 50,4 milhões, somando tablets e notebooks que podem ser convertidos em tablets.

Em relação ao último trimestre de 2013, o mercado sofreu uma queda de 35,7%, mas o seria muito difícil superar as vendas do período de natal.

"O aumento dos telefones de tela grande e dos consumidores que estão usando seus tablets por longos períodos de tempo foram dois fatores que contribuíram para um trimestre mais fraco do que o esperado para tablets", disse Tom Mainelli, vice-presidente da IDC.

A Apple segue na primeira colocação no ranking de participação no mercado, mas perdeu espaço. 

Durante o primeiro trimestre, a Apple vendeu 16,4 milhões de iPads, o que representa 32,5% do mercado. Esse resultado significa uma perda de 7,7% do market share em comparação a 2013. 

A Samsung conquistou 22,3% do mercado. A empresa cresceu 4,8% mercado em relação ao ano passado. 

ASUS, Lenovo e Amazon completam a lista das cinco maiores fabricantes de tablets. 

Elas representam 5%, 4,1% e 1,9% do mercado, respectivamente.