EXCLUSIVO

Thyssenkrupp unifica centros em Porto Alegre

05/04/2019 07:16

Com a movimentação, Marcelo Przczynski assumiu o lado TI do centro de serviços.

Funcionário da Thyssenkrupp em modo futurista. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Thyssenkrupp, gigante alemã do setor industrial, decidiu unificar os seus dois centros de serviços compartilhados existentes no Brasil, ambos baseados em Porto Alegre.

A informação é de fontes de mercado e foi confirmada ao Baguete pela Thyssenkrupp por meio da sua área de comunicação.

O responsável por comandar o lado de TI do novo centro de serviços compartilhados será Marcelo Przczynski, um profissional de carreira do lado de elevadores da ThyssenKrupp, empresa na qual entrou em 2000 como analista de suporte.

Com a modificação, saiu da empresa Ricardo Cunha, contratado pela ThyssenKrupp em 2015 e a cara mais visível da TI do chamado Global Shared Services in South America,

Cunha foi coordenador de TI na Midea Carrer, gerente de projetos na HCL e gerente operacional na Ilegra, entre outros cargos.

Até agora, a Thyssenkrupp mantinha dois centros na capital gaúcha, um focado no negócio de elevadores, e outro atendendo outras áreas, como fabricação de componentes automotivos, soluções de engenharia e indústria naval.

“Os dois centros foram integrados em uma nova localidade para ampliar o escopo de serviços para todas as empresas do grupo. Com isso, os colaboradores do GSS serão transferidos de endereço”, afirma a Thyssenkrupp em nota.

A Thyssenkrupp tem uma presença antiga em Porto Alegre, oriunda da compra, em 1999, da Elevadores S-R, na época a segunda maior fabricante do setor no país. 

Em 2017, Thyssenkrupp empregava a 9 mil pessoas e tinha uma receita de € 900 milhões no país, segundo informa uma matéria da IstoéDinheiro.

Veja também

ELEVADORES
Thyssenkrupp renova design de sistema com Hypervisual

Hoje, cada nova central de monitoramento leva cerca de um minuto para ser gerada.

EXCLUSIVO
Santander promove sacode na Getnet

Cavalheiro focará internacionalização, executivos do Santander tomam conta da operação.

TELECOM
TIM Brasil troca CEO em 9 meses

Sami Foguel era indicado de Amos Genish, demitido em novembro do ano passado.

TELECOM
Ideval Munhoz, ex-T-Systems, está na Oi

Operadora traz um reforço de peso para a sua área de negócios B2B.

MICROSOFT
Thyssenkrupp: IA e RA para manutenção

Hoje, 50 unidades piloto equipadas com MAX já estão em funcionamento no Brasil.

CARREIRA
Schneider Electric tem novo CFO para América do Sul

Executivo da casa substitui Thiago Zambotti que foi em janeiro para a Honeywell.

CARREIRA
Rosano Moraes de volta na Econocom

Executivo estava na Riverbed, que deixou de ter presença direta no país.

VAREJO
Omar Pinheiro, ex-Natura, é CIO na Le Biscuit

Rede de varejo é forte no Nordeste e projeta faturamento de R$ 1,2 bilhão em 2020.

FLAUTA
Amazon faz festa de despedida para Oracle

Festinha celebrou o desligamento do último banco de dados da concorrente.

SEGURANÇA
CNJ tem vazamento de dados

Ataque hacker acontece no meio de debate sobre contrato do TJ-SP com a Microsoft.