Ter carrão sai caro em Sampa. Foto: flickr.com/photos/kbs478/

Tamanho da fonte: -A+A

São Paulo é a segunda cidade mais cara para se ter um carro das marcas Mercedes e Audi em um grupo de 14 metrópoles do mundo, atrás apenas de Xangai, na China.

Os dados são de um levantamento feito pela Economist Intelligence Unit (EIU), braço de pesquisas da revista britânica The Economist, que fez o cálculo para o período entre 2007 e 2010. As marcas alemãs foram usadas para permitir uma comparação internacional equilibrada.

Durante a janela analisada, os custos para se ter um carro em Xangai, somando o automóvel e os gastos de manutenção, caíram 16% para pouco mais de US$ 140 mil em relação aos dois anos anteriores.

Em São Paulo, o valor subiu 23,9% para pouco mais de US$ 120 mil. Os paulistas competem taco a taco pelo primeiro lugar com Nova Dhéli, na Índia, onde o valor ficou próximo, mas a alta foi de 45%.

As cidades dos países emergentes estão nas primeiras colocações basicamente por causa do preço dos carros  Segundo o estudo, para se comprar um carro em São Paulo se gasta pelo menos três vezes mais que em Tóquio.

De qualquer maneira, São Paulo tem custos associados ao veículos (a soma de impostos e gasolina, sem contar eventuais manutenções) maiores do que Xangai ou Nova Dhéli. Veja o gráfico da The Economist no detalhe abaixo.


Uploaded with ImageShack.us