Diego Boufleur, diretor executivo da Wikipass. Foto: Divulgação.

O Wikipass, agregador de redes sociais, anunciou sua nova integração com a rede social de fotos e vídeos, Instagram.

Agora, os usuários que possuem contas no Instagram poderão realizar as principais ações do serviço, como visualizar as atualizações da timeline, conferir o perfil dos seus seguidores e seguidos, ver quem curtiu as fotos ou vídeos, tudo isso no portal ou no app para iOS.

Com a rede social, o Wikipass passa a integrar cinco redes sociais: Facebook, Twitter, Linkedin, YouTube e Instagram. 

Além disso, um novo recurso foi implantado. Chamado Grup, o app agora possibilita armazenar as publicações que lhe interessa e acessá-las quando desejar. 

O recurso não tem limite de armazenamento e deixa os dados salvos e disponíveis, podendo ser acessados a qualquer momento.

“Com o Grup, as pessoas poderão criar suas coleções e valorizar conteúdos relevantes para elas, sem limite de armazenamento”, afirma Diego Boufleur, diretor executivo da Wikipass. 

Fundada em 2012, em Caxias do Sul, o Wikipass tem 40% de seu capital aberto a investimentos. Atualmente, investidores brasileiros detêm 25% de participação na companhia, o que representa um aporte de R$ 1 milhão.