Tiago Rosa.

A Sige Cloud, empresa de sistemas de gestão na nuvem, recomprou os 51% das ações da companhia que estavam sob controle da Cigam desde março de 2014.

Não foram revelados valores do negócio. A Sige afirma ter pago cinco vezes o valores inicialmente investido pela Cigam, uma companhia de ERP que encerrou o ano de 2014 com faturamento de R$ 53 milhões.

“Nossa parceria com a Cigamfoi fundamental para o crescimento da Sige Cloud, as mentorias que tivemos com  nos amadureceram significativamente”, afirma Tiago Rosa, diretor da Sige. 

Junto com Guilherme Prestes, diretor de Tecnologia, e Diego Steffen, diretor Comercial, o empresário optou por “recuperar o comando dos negócios” visando “continuar trabalhando nas melhorias do nosso modelo de inovação seguindo nossas próprias diretrizes”.  

Sediada na pequena Feliz, município de 12 mil habitantes a 85 quilômetros de Porto Alegre, a Sige emplacou um contrato importante em abril do ano passado, ao ser selecionada como o ERP disponível no MasterCard Empreendedor, plataforma de venda de soluções para micro, pequenas e médias empresas.

A Sige substituiu a catarinense ContaAzul, um dos novos players mais destacados na área de software de gestão na nuvem, receptor de investimentos de uma série de fundos internacionais.