CARREIRA

Salários de TI em alta... na Austrália

04/05/2018 07:01

O aumento é quatro vezes mais do que a média do país, na faixa dos 2%.

Sobram cangurus, mas falta mão de obra de TI na Austrália. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

Os salários de TI estão em alta na Austrália. Segundo uma pesquisa recente da Robert Half com 160 CIOs no país, 97% pretendem dar aumentos salariais para um em cada cinco dos funcionários na sua equipe, subindo os salários na média em 8%.

O aumento é quatro vezes mais do que a média do país, na faixa dos 2%. A inflação australiana no ano passado ficou um pouco abaixo disso.

A Robert Half esconde o jogo sobre os aumentos (é impossível saber, por exemplo, quantos CIOs pretendem dar aumentos para mais da metade da equipe), mas a pesquisa salarial para 2018 tem outras revelações interessantes para quem considera uma carreira na Austrália.

Segundo a consultoria 82% dos CIOs acham mais difícil encontrar profissionais qualificados hoje do que há cinco anos atrás e que salários são o melhor incentivo para atrair e reter profissionais.

Quando questionados por ramos, podendo fazer múltiplas escolhas, 53% citaram dificuldades de contratar profissionais de segurança, 51% gerenciamento de TI e cerca de um terço responderam também BI, analytics e banco de dados.

Questionados sobre os fatores que contam na hora de contratar, 49% citaram experiência prévia na indústria, 44% qualificações profissionais e 40% vivência de liderança de equipes.

A pesquisa da Robert Half cita outro estudo, feito pela Deloitte, apontando que a Austrália terá 722 mil profissionais até 2020, uma alta de 20% frente aos 600 mil de 2014. Mesmo assim, os níveis de formação de profissionais estão abaixo dos registrados em 2000.

A pesquisa salarial da Robert Half também traz uma lista completa de salários sendo pagos nas principais cidades do país para diferentes posições, divididos em quatro faixas, de acordo com a experiência do contratado.

Algumas das posições mais demandadas são o de especialista em cibersegurança, com salários variando entre 100 mil dólares australianos para um profissional inexperiente até 155 mil para aqueles no topo da pirâmide.

Salários para desenvolvedores .Net fullstack variam entre 75 mil e 102 mil e engenheiros cloud entre 90 mil e 140 mil. Um dólar australiano vale hoje cerca de R$ 2,5.

Veja também

IMIGRAÇÃO
Austrália tem novo programa de vistos

O país conta com dois novos modelos, um deles voltado para empresas de ciência e tecnologia.

OPORTUNIDADE
Portugal oferece visto para empreendedores

Nomeado de Startup Visa, o programa busca atrair investimentos e capacidade de inovação para o país.

OPORTUNIDADE
Canadá tem vagas para brasileiros

O site tem vagas para analistas, desenvolvedores, DevOps, arquitetos de soluções, entre outras.

INVESTIMENTO
IBM abre centro no Canadá

Para quem está de olho em imigração, o projeto da IBM deve gerar 2,6 mil empregos até 2020.

PROJETOS
Atlassian leva Trello por US$ 425 mi

Startup oferece um serviço de gerenciamento de projetos.

QUEBEC
Empresas do Canadá buscam brasileiros

Processo de recrutamento internacional que inclui vagas de TI para trabalho temporário.

EXPRESS ENTRY
Canadá: 10% dos candidatos imigram

Mais de 112 mil pessoas se inscreveram para viver no Canadá a partir do Express Entry.

RH
Penguin, de Portugal, contrata brasileiros

O processo de recrutamento será feito pela WKRH, de Porto Alegre.

OPORTUNIDADE
Google terá centro em Portugal

A unidade será em Oeiras, cidade pequena que concentra muitos centros de pesquisa de multinacionais.