IMPOSTOS

IBPT usa dados sobre tributos da Systax

04/02/2014 14:36

Passe de novo. Foto: .flickr.com/photos/59937401@N07

Tamanho da fonte: -A+A

O Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), sediado em Curitiba, assinou um acordo com a paulista Systax para ter acesso a base de dados inteligência tributária da companhia.

A ideia é disponibilizar o 1,3 milhão de regras tributárias da base da Systax no site De Olho no Imposto.

O portal foi criado pelo IBPT para ajudar as empresas no cumprimento da  Lei nº 12.741, que obriga as companhias a informarem ao consumidor os tributos incidentes sobre as mercadorias e serviços. 

A nova legislação teve a entrada em vigor prorrogada para junho de 2014, tendo em vista a dificuldade apresentada pelas empresas em sua implantação.

Uma das dificuldades para atender a lei é justamente o cálculos de todos os impostos que as empresas devem informar. 

Até agora, o IBPT disponibilizada as alíquotas dos tributos incidentes sobre cada produto a partir da sua Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM).

“Com a parceria entre o IBPT e a Systax, ganham as empresas e, principalmente, os consumidores que passarão a contar com informações tributárias mais precisas, considerando, inclusive a legislação específica de cada Estado”, pontua o diretor da Systax, Fábio Rodrigues.

Sediado em Curitiba, o IBPT também atua como consultoria para entidades setoriais, além de produtos de validação fiscal que são usados por empresas de ERP atuantes no mercado.

Veja também

TEM QUE CALCULAR
Impostos na nota fiscal: perto ou longe?

Enquanto uns se opõem a especificação dos impostos em nota, outros já desenvolvem sistemas com a solução.

ADIANTADAS
Lojas Renner puxa a frente com imposto na NF

Além da varejista gaúcha, redes Riachuelo e Telhanorte também se adiantaram à lei, que começa a valer a partir de junho.

PESQUISA
NCM: não entender pode gerar risco fiscal
A Systax, especializada em soluções de inteligência fiscal, fez uma pesquisa com 560 empresas dos segmentos de serviço, indústria e comércio para entender como a NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul), estabelecida para facilitar a coleta e análise das estatísticas de comércio exterior na região, vem sendo operada.
 
ERPs
Protheus turbina tributário com Systax

Com a novidade, usuários do ERP podem ter a parametrização e a atualização automatizada das tabelas de tributação.