BIG DATA

Econodata: dados para Linkedin

03/08/2017 11:36

Startup de Porto Alegre é acelerada pela Wayra.

Paulo Krieser, CEO da Econodata.

Tamanho da fonte: -A+A

A Econodata, plataforma de prospecção de negócios B2B sediada em Porto Alegre, foi escolhida pelo Linkedin para complementar a sua base de dados de empresas no Brasil.

O projeto foi finalizado recentemente e visava enriquecer seus dados e trazer mais visibilidade e relevância para as páginas de empresas da rede social profissional.

“Levamos este projeto após vencer grandes players de dados de empresas no Brasil e superar todos os SLAs definidos”, comemora Paulo Krieser, CEO da Econodata.

De acordo com Krieser, o projeto ajudou a Econodata acelerar a atualização dos seus dados o que trará benefícios para os 100 clientes da companhia.

A empresa possui uma plataforma de prospecção B2B onde é possível acessar dados de mais de 14 milhões de empresas brasileiras.

A pesquisa pode ser feita por razão social, nome fantasia ou CNPJ. Uma busca gratuita no site revela apenas a localização da empresa. 

Pagando, os usuários podem ter acesso a mais informações sobre uma empresa individual por preços entre R$ 19 e R$ 49, dependendo da profundidade dos dados.

O serviço de busca de empresas é um desdobramento do negócio inicial da Econodata, fundada em agosto de 2013 como uma spin-off da Krieser IT Solutions, uma software house especializada em projetos de BI e SOA.

A empresa foi selecionada para receber investimento da Wayra, aceleradora Telefônica, e participa do programa Scale Up da Endeavor.

Veja também

SILICON VALLEY
Start-Up Brasil tem Demo Day nos EUA

Dez startups participaram na última semana do Demo Day do Start-Up Brasil na Califórina.

DESTAQUES
LinkedIn seleciona Top Voices

A seleção conta com dois nomes que representam o setor de tecnologia.

INOVAÇÃO
Singularity tem capítulo no RS

A instituição do Vale do Silício tem capítulos em São Paulo, Rio de Janeiro, BH, Recife e Florianópolis. 

RANKING
Totvs está entre as mais desejadas do LinkedIn

A Top Companies 2017 identifica as 25 empresas onde os brasileiros mais desejam trabalhar.

INVESTIMENTO
Neoway recebe aporte de US$ 45 mi

Os novos investidores, liderados pela QMS Capital, são PointBreak, Pollux e Andrew Prozes.

OPORTUNIDADE
Prêmio ajuda a internacionalizar startups

O prêmio foca startups latino-americanas interessadas em expandir operações para Europa e Ásia.