A Cisco anunciou que vai comprar a Piston Cloud Computing. Foto: KenWolter/Shutterstock.

Tamanho da fonte: -A+A

A Cisco anunciou que vai comprar a Piston Cloud Computing, uma startup conhecida por sua distribuição de nuvem OpenStack. 

A empresa afirma que a Piston terá um papel importante na consolidação do modelo de cloud proposto pela Cisco. O Intercloud, lançado em 2014, é a iniciativa da companhia para criar uma rede conectada de nuvens. 

"O Intercloud foi projetado para oferecer serviços em nuvem seguras em todo o mundo. Ele possibilita opção de escolha de serviços, todos em conformidade e controle. Em poucas palavras: estamos entregando nuvem a maneira que nossos clientes precisam”, declarou Hilton Romanski, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Cisco.

A Piston se encaixa no projeto, pois dá à Cisco mais flexibilidade em sistemas distribuídos e implantação automatizada, além de acrescentar outro nível de infraestruturas para a nuvem privada Cisco OpenStack. 

Não foi divulgado quantos membros da equipe da Pinston irão para a Cisco, mas Romanski disse que os colaboradores da empresa acabarão se fundindo com o time de serviços em nuvem da companhia.

A Piston foi co-fundada por Joshua McKenty, ex-funcionário da Nasa. McKenty desempenhou um papel fundamental no lançamento do projeto OpenStack na agência espacial, mas, desde então, havia deixado a Piston para se juntar à Pivotal e à Cloud Foundry.

Os termos do acordo não foram revelados, mas a expectativa é que a aquisição seja concluída até o quarto trimestre fiscal da Cisco.

Com o mesmo objetivo de fortalecer a Intercloud, a Cisco adquiriu, em setembro, a Metacloud, operadora de nuvens OpenStack privadas para organizações globais.