Divulgação, Camila Domingues/Palácio Piratini

Tamanho da fonte: -A+A

A SCIT formalizou dois novos polos tecnológicos no Rio Grande do Sul, ligados à UPF e à URI.

São eles os polos do Vale do Jaguari e do Alto da Serra do Botucaraí, que agora elevam para 25 o número de polos, localizados em 23 regiões do estado.

"Nossa meta é implantar, até o fim da gestão, polos em todas as regiões do estado, entendendo que a pesquisa e a inovação serão ferramentas essenciais para o crescimento de regiões deprimidas", destacou Cleber Prodanov, titular da pasta de tecnologia gaúcha.

O gestor do novo Polo do Alto da Serra do Botucaraí e diretor da unidade da Universidade de Passo Fundo (UPF), em Soledade (a 217 km de Porto Alegre), Idioney Oliveira Vieira, destaca que o centro estará relacionado às competências regionais.

“O polo local vai atuar em três áreas prioritárias: agricultura e alimentos; turismo e pedras e gemas e joias”, diz Vieira.

Já o Polo do Vale do Jaguari, representado na ocasião por André Petry, terá as seguintes áreas de atuação: agropecuária e agroindústria; engenharia agrícola e florestal; arquitetura e moveleira; tecnologia da informação e saúde e turismo.

A gestão do polo será da Universidade Regional Integrada (URI), por meio do Campus do município de Santiago (a 441 km da capital).